, , ,


Pais que postaram pegadinhas com os filhos no YouTube são condenados

Psicólogos consideraram que as crianças do casal chegaram a sofrer lesão mental

Um casal foi acusado de negligência infantil e sentenciado a cinco anos de liberdade condicional. Os dois tinham um canal no YouTube que viralizou por postar vídeos aplicando pegadinhas em seus cinco filhos.

Michael e Heather Martin foram acusados de abuso infantil. Em alguns vídeos, os pais gritavam com as crianças enquanto eles choravam, falavam obscenidades e, em um caso, empurrava uma criança que tinha o nariz sangrando.

daddyofive2

O Serviço de Proteção à Criança da cidade de Maryland começou a investigar o casal depois de receber diversas denúncias de cidadãos incomodados com o canal no YouTube que aparentava provar que as crianças sofriam de perigo emocional.

Os pais e as crianças passaram por avaliações psicológicas, que mostraram que duas das crianças sofreram lesão mental como resultado das pegadinhas.

No começo do ano, o casal perdeu a custódia das duas crianças afetadas – Cody e Emma, de 10 e 11 anos respectivamente. Os dois eram filhos biológicos apenas de Michael.

Nos termos da liberdade condicional, eles não são permitidos a entrar em contato com Cody e Emma. Eles também não podem postar vídeos na internet que contenham imagens de Cody ou Emma.

As outras três crianças da família, filhos biológicos de Heather, não foram considerados no caso porque as avaliações psicológicas mostraram que eles não sofreram lesão mental provocada pelos vídeos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Loading…

Comente com o Facebook

comentários

esteban tavares marcelo rezende

Esteban Tavares é criticado por comentário sobre Marcelo Rezende: ‘inconveniente’

(Foto: Mavian Barbosa/G1)

Jornalista da Globo é vítima de bala perdida em Pernambuco