in ,

Advogado persegue e atropela uma mulher na frente do filho dela após briga

O suspeito foi detido por tentativa de homicídio qualificado, mas alegou que o atropelamento não foi proposital

Foto: Reprodução

Uma cena horrível flagrada por câmeras de segurança na última quarta-feira (25) se espalhou nas redes sociais gerando indignação tamanha violência! Um homem persegue e atropela uma mulher após uma briga de trânsito no Distrito Federal.

O desentendimento começou na QI 19 do Lago Sul. O suspeito, um advogado de 37 anos, se desentendeu com Tatiana Thelecildes Fernandes Machado Matsunaga, de 40 anos.

Não satisfeito, ele a persegue até o portão da casa dela e a atropela na frente do marido e do filho de 8 anos, que estava com ela no carro no momento da briga. 

Veja também:
Câmeras registram momento em que PM é morto com 12 tiros em briga de bar

O motivo da discussão não foi divulgado. Quando chegou a sua casa, Tatiana desceu do carro na tentativa de conversar com Paulo, que deu ré e a atropelou em cheio. A mulher caiu desacordada na rua.

O marido estava em casa e, ao ouvir a confusão, foi até lá e acabou presenciando o atropelamento da própria esposa.

Ele correu atrás do carro do criminoso, mas logo voltou para prestar socorro à Tatiana, que foi levada ao hospital e está internada em estado grave.

Paulo Renato Alvarenga, delegado que investiga o caso, disse em entrevista ao portal ‘G1’ que o suspeito foi detido em flagrante por tentativa de homicídio qualificado após se apresentar na delegacia.

Ele alegou que se sentiu ameaçado em meio à situação. Segundo a defesa do suspeito, o atropelamento não foi proposital.

Ele estaria apenas tentando se desvencilhar de Tatiana. “Ele queria apenas ir embora e ela estava impedindo a passagem”, declarou o advogado do suspeito. A audiência de custódia estava marcada para acontecer nesta quinta-feira (26) em Brasília (DF).

Assista ao flagrante do momento pelas câmeras de segurança. As imagens são fortes:

semana gamer

Homem tem pernas atropeladas por carro no DF e ainda tem relógio roubado

Comente com o Facebook

Recomendamos para você

tio-avô

Ela se casou com o tio-avô de 93 anos e ficou viúva; Justiça nega pedido de pensão

ana maria braga

Recém-separada, Ana Maria Braga quer se apaixonar de novo: ‘não tem idade’