in , , ,

Anthony Galindo, ex-Menudo, está em estado crítico após tentativa de suicídio

Artista tentou tirar a própria vida domingo passado (27); família pediu respeito e privacidade aos fãs

Anthony Galindo, ex-integrante do grupo Menudo, está internado em estado grave. Segundo sua família, o artista tentou cometer suicídio no domingo passado (27).

O comunicado foi divulgado no perfil de Anthony Galindo no Instagram. A família do artista disse que preferiu não revelar o acontecido para o público, mas mudou de ideia para evitar a propagação de boatos e notícias falsas.

Veja também:
Youtuber morre inesperadamente aos 19 anos; ele deixa mulher e duas filhas

“Para não termos mais rumores e especulações, hoje comunicamos que Anthony tentou o suicídio domingo passado e se encontra em estado crítico. Estamos tão consternados que como família, o que menos queríamos era tornar isso público. No entanto, devido às recentes publicações falsas, nos vimos na obrigação de levar ao conhecimento da opinião pública”, segundo o texto.

A família de Anthony Galindo também afirmou que ele já sofria de episódios depressivos por conta do afastamento dos palcos e que o problema só se agravou com a atual pandemia do coronavírus.

“Anthony estava sofrendo episódios de depressão por conta do seu afastamento dos palcos. Todos conhecem sua grande paixão pela música. Isso se agravou com a pandemia e resultaram nesta drástica e infeliz decisão”, afirmou a família.

Por fim, os familiares do artista agradeceram as orações dos fãs e pediram privacidade e respeito neste momento difícil.

Galindo, também conhecido como Papi Joe, tem 41 anos e foi integrante do Menudo no final dos anos 1990. O grupo ficou mundialmente famoso e lançou artistas famosos, como Ricky Martin.

Veja também:
Glee: morte de Naya Rivera reacende crença sobre maldição da série; entenda

Comente com o Facebook
Foto: reprodução

Professor oferece ponto extra para aluna se ela se exibir nua durante aula online

Bolinha

Após exumação, filha de Bolinha revela sumiço de maço de cigarros do caixão do pai