in ,

Idosa e diarista são degoladas e carbonizadas em apartamento de luxo

Crime cercado de mistérios e requintes de crueldade chocou todo o país e segue em investigação

Fotos: Reprodução

Um crime terrível impressionou a população carioca nesta quinta-feira (9). Uma idosa e uma diarista que trabalhava para ela foram cruelmente assassinadas no apartamento de luxo dela no Flamengo, na cidade do Rio de Janeiro.

  • Alexa com mais de R$ 100 de desconto!!! Com opção de FRETE GRÁTIS!!! E a melhor parte: experimente por 30 dias e DEVOLVA se não curtir o produto! Confira clicando aqui.

Os bombeiros se direcionaram à Avenida Rui Barbosa após uma ligação denunciando um incêndio no 12º andar do prédio. A

o chegarem lá, encontraram a dona do apartamento, Martha Maria Lopes Pontes, de 77 anos, e sua diarista, Alice Fernandes da Silva, de 51, degoladas e carbonizadas.

Veja também:
Incêndio em resort brasileiro deixa mais de 20 feridos: 'clima de terror'; vídeo

De acordo com informações do jornal ‘Extra’, câmeras de segurança flagraram dois homens entrando no edifício por volta das 13h. Eles eram pintores que recentemente tinham feito um trabalho para a idosa e se desentendido com ela por conta do pagamento.

Agentes da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) investigam as motivações do crime cometido no fim da tarde desta quinta-feira (9) no bairro do Flamengo.

O Corpo de Bombeiros foi chamado por conta do incêndio no 12º andar do Edifício Murca às 16h55 desta quinta-feira (9). Ao chegarem lá, encontraram as duas mulheres já mortas.

O corpo de Martha Maria estava no quarto. O de Alice Fernandes, na cozinha. Ambas foram degoladas pelos criminosos, que depois colocaram fogo no apartamento. 

Idosa e diarista achadas mortas

Martha Maria Lopes Pontes deixa duas filhas e três netos. Uma familiar de Alice contou à imprensa que ela trabalhava como diarista e prestava serviços para a idosa mais de 20 anos. Ela ia até o apartamento da idosa para realizar a limpeza três vezes por semana.

Sobre o crime chocante, a parente de Alice lamenta tamanha crueldade.

“A Alice era uma mulher muito forte, amável, querida, mãe e coluna da casa. Uma mulher de fibra, muito cuidadosa com todo mundo, amável e todo dia tinha uma palavra de amor e carinho”, disse Adriana da Silva Nunes, familiar de Alice, ao jornal ‘Extra’.

“Triste saber que a violência do Rio fez uma vítima tão cruel. Isso não foi uma morte, foi uma crueldade sem tamanho com uma pessoa que não merecia um fim desses”, completou Adriana.

Um vídeo registrado no imóvel, já carbonizado, mostra que o fogo chegou a atingir o teto do apartamento. Veja:

Veja uma foto da fachada do prédio em que o crime aconteceu:

Edifício Murca - Flamengo
Foto: Reprodução/Google Street View
  • Alexa com mais de R$ 100 de desconto!!! Com opção de FRETE GRÁTIS!!! E a melhor parte: experimente por 30 dias e DEVOLVA se não curtir o produto! Confira clicando aqui.

5 pessoas da mesma família são mortas a tiros dentro de casa em condomínio de luxo

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

Whindersson Nunes - ex Maria Lina

Whindersson Nunes se irrita, mas dá satisfação após ser flagrado com a ex no Egito

Luciana Gimenez

Pai de Luciana Gimenez deixa herança milionária para desconhecida