in ,

Amanda da 160: tia diz que morte da youtuber foi ‘consequência de suas escolhas’

Jovem de 22 anos, mais conhecida como Amanda da 160, morreu após sofrer um acidente de moto

A youtuber Amanda de Andrade Maturana, de 22 anos, mais conhecida como Amanda da 160, morreu após sofrer um acidente de moto, ocorrido na sexta-feira passada (6), em Londrina, no Paraná. As informações são do site UOL.

Amanda da 160 sofreu o acidente enquanto andava em uma moto que comprou apenas alguns dias antes, que chegou a mostrar em seu canal.

A Polícia Militar afirmou que o acidente aconteceu por que Amanda fugia de uma perseguição, pois ela estaria envolvida em um suposto racha. A Polícia Civil investiga se a youtuber participava mesmo do evento clandestino.

Uma tia de Amanda da 160, identificada como Rosemeyre, se manifestou por meio de nota. Ela afirmou que a família está “destroçada” com a morte da jovem, mas que sua morte foi uma consequência do estilo de vida que ela levava.

“Confesso que estamos destroçados e que sua morte foi em consequência de suas escolhas, ingenuidade talvez quanto ao perigo e risco de vida quando buscamos ‘adrenalina’ para nos dar prazer, quando há tantas formas de prazeres saudáveis na vida”, afirmou.

Na nota, Rosemeyre também disse que a mãe de Amanda da 160 trata um câncer há dois anos e ela demonstrava preocupação com as atividades da filha.

“Ainda debilitada e acamada, procurava sempre chamar atenção da filha, ligava para saber onde ela estava, sempre preocupada, sempre em oração. Isso incluía o pai, as irmãs, sempre preocupados”, afirmou.

Por fim, Rosemeyre também fez um pedido para os jovens que também levam um estilo de vida semelhante.

Veja também:
5 polêmicas de Geraldo Luís que a Record quer que você esqueça

“Peço a Deus que toque no coração dos jovens para que procurem preservar a vida, pois são egoístas quando pensam que a vida é só deles. A vida de cada um é a extensão da família. Suas escolhas podem gerar muita dor e sofrimento”, concluiu.

O UOL entrou em contato com Rosemeyre para comentar novamente a morte de Amanda e aguarda retorno.

O acidente

A Polícia Militar afirmou que na sexta-feira (6), uma viatura foi acionada perto de 23h para acabar com um suposto racha de motos e carros na Avenida Expedicionários.

Assim que avistaram a viatura, vários veículos seguiram em várias direções para não serem abordados.

Pouco depois, os mesmos policiais foram acionados para atender um acidente. No caso, o de Amanda, que se chocou em alta velocidade com um canteiro central no cruzamento das Avenidas União Soviética e Iugoslávia.

No inquérito do caso, duas testemunhas confirmaram que viram a youtuber andando em alta velocidade momentos antes do acidente.

Horas antes, Amanda divulgou em suas redes sociais que estava em um bar. A investigação ainda aguarda o laudo do Instituto Médico Legal (IML) para descobrir se a youtuber estava alcoolizada.

No mesmo vídeo em que mostrou sua motocicleta nova, Amanda da 160 afirmou que ainda estava se acostumando com ela, já que o número de cilindradas era superior ao de sua antiga moto.

“Estou acostumando com a moto, não estou acelerando muito que nem louca porque ela é bem mais pesada. O pé estabiliza bem no chão, mas é bem mais pesada. Eu tinha uma 160 cilindradas e é muito diferente dessa aqui”, afirmou Amanda.

Veja também:
Inventora do chá revelação se arrepende da própria criação: 'ficou agressivo'

O primeiro vídeo do canal de Amanda da 160 data de 9 de agosto do ano passado e conta com pouco mais de 90 mil inscritos.

Comente com o Facebook
giulia gam

Giulia Gam se emociona com meninos vendendo bala e os leva ao shopping

Coração-acidente e queda

Coração para transplante ‘sofre’ acidente e, após resgate, ainda cai no chão