in

Apresentadora de programa de TV de Haddad sofre ataques e racismo na web

Mulher que apresentou propagandas do candidato à Presidência na televisão foi atacada por simpatizantes de Jair Bolsonaro

A jornalista, publicitária e apresentadora de TV baiana Rita Batista, que apresentou na televisão as propagandas do candidato do PT à Presidência da República durante o segundo turno das eleições 2018, afirma que foi ameaçada nas redes sociais e sofreu racismo em comentários públicos no Instagram e mensagens privadas. Ela denunciou na rede social o crime, praticado por simpatizantes do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

Em uma postagem feita no final da tarde do domingo de votação a apresentadora revelou que os comentários já vinham sendo enviados e que um dossiê foi entregue às autoridades policiais para tomar providências. Ela afirma ainda que o fato foi fruto de articulação de um deputado eleito aliado de Bolsonaro.

No print postado por ela, usuários da rede social usam ofensas como “lixo”, “fedorenta”, “feia” e “pé de chinelo”. Outro, identificado como Julio Morbeck Lee, comentou em uma postagem “este tipo de bosta só podia ser esquerdista”. Rita foi procurada pela reportagem, mas não respondeu as mensagens até a conclusão da matéria. Na postagem que fez, a apresentadora comentou, contudo, os ataques.

“Engana-se muito quem acha que a internet é uma ‘terra sem lei’”, escreveu ela. “Discordar, debater, ter opinião contrária é da democracia, ofender, destratar, depreciar é para mim, falta de argumento e para a lei, crime. As ameaças de toda ordem, a mim e aos meus, não me acovardam e os pedidos de desculpas no privado não me comovem. O estado democrático de direito é soberano e continuará sendo”, concluiu.

Veja também:
Cliente briga por cupom de desconto e dá um tiro em atendente do McDonald's

Clique nas setas laterais para ver todas as imagens:

View this post on Instagram

Esperei pacientemente todo o processo para exibir alguns “comentários” feitos por eleitores do presidente eleito. Em todas as minhas redes fui bombardeada com todo tipo de coisa. Inclusive uma articulação feita por um deputado eleito aliado do novo presidente.É uma miscelânia de barbaridades. O dossiê está pronto e as autoridades à postos. Engana-se muito quem acha que a internet é uma “terra sem lei”. Discordar, debater, ter opinião contrária é da democracia, ofender, destratar, depreciar é para mim, falta de argumento e para a lei, crime. As ameaças de toda ordem, a mim e aos meus, não me acovardam e os pedidos de desculpas no privado não me comovem. O estado democrático de direito é soberano e continuará sendo. ❤️

A post shared by ritabatista (@ritabatista) on

Trump revela conversa com Bolsonaro sobre cooperação entre Brasil e EUA

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

Silvio Santos nega abraço a fã que veio da Paraíba para vê-lo; assista

Esposa de Maria Gadú, Lua Leça anuncia que está grávida