in , , ,

Boram: conheça a youtuber de 6 anos que comprou prédio por US$ 8 milhões

Com 30 milhões de inscritos em dois canais, a jovem influenciadora digital faz sucesso testando brinquedos

Foto: Reprodução/YouTube

A menina sul-coreana Boram, de 6 anos, tem feito tanto sucesso no YouTube com seus vídeos testando brinquedos que comprou um prédio de cinco andares pela fortuna de US$ 8 milhões (cerca de R$ 30 milhões) no bairro Gangnam, em Seul, neste ano.

Famosa no país, a garotinha tem dois canais na plataforma que somam mais de 31 milhões de seguidores e 10 bilhões de visualizações. Os mais de 420 vídeos divididos nos canais mostram o cotidiano de Boram e os testes de brinquedos e fantasias.

Com 377 milhões de visualizações, um dos vídeos mais populares mostra Boram preparando macarrão instantâneo com panelinhas de brinquedo.

Nos dois canais, os vídeos contam com edições simples, mas divertidas, que destacam as caras e bocas da expressiva menininha.

Veja também:
Menina se surpreende ao ver drag queen pela primeira vez; veja reação

Polêmicas com Boram

Apesar do carisma, Boram e seus vídeos já causaram polêmica no país. Isso porque, desde 2017, a organização não governamental ‘Save the Children’ recebeu muitas notificações de pessoas preocupadas com a saúde mental da garota e das crianças que acompanham o canal.

Para alguns espectadores, o conteúdo produzido pela família pode acabar gerando impacto negativo no público e distorcer valores emocionais e éticos. Entre os vídeos apontados como impróprios: um que a menina rouba dinheiro da carteira do pai. O conteúdo acabou excluído após a polêmica.

Além de deletarem as gravações que causaram polêmica, os pais de Boram também passaram por um curso de aconselhamento a fim de prevenir abuso infantil e que os direitos dela sejam burlados por conta da exposição na internet.

9 coisas absurdas que youtubers já fizeram em busca de likes

Comente com o Facebook
Foto: Reprodução/Instagram

Mel Maia rebate garoto que afirmou ter ficado com ela em festa

Foto: Reprodução/Youtube

Youtuber morre após comer lagartixas e insetos venenosos ao vivo