in , ,

‘Bunitinho do Sextou’ é morto em operação do Bope e internautas lamentam

Humorista era um fenômeno da internet e tinha amizade com várias personalidades famosas

Faleceu na madrugada desta quinta-feira (5), o humorista Diego de Farias Pinto, conhecido na internet como ‘Bunitinho do Sextou’. Com vídeos hilários publicados nas redes sociais, ele era um verdadeiro fenômeno da web.

O ‘Bunitinho do Sextou’ foi baleado durante uma ação do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar do Rio de Janeiro. O incidente se deu em um baile funk do Morro do Dendê, famosa favela da capital carioca.

Outras 3 pessoas foram mortas na operação, mas elas ainda não foram identificadas. Há a suspeita de que um deles era o empresário do ‘Bunitinho do Sextou’.

O humorista chegou a ser socorrido e levado para um hospital, porém, não resistiu aos ferimentos. Ele estava na festa realizando uma participação especial. A Delegacia de Homicídios da Polícia Civil do Rio de Janeiro abriu investigação sobre a morte.

Outra especulação, que não foi confirmada pela polícia, seria de que o evento tratava-se da festa de aniversário do traficante Marcos Vinicius dos Santos, mais conhecido como Chapola.

‘Bunitinho do Sextou’ tinha 36 anos de idade e viralizou na web em 2018. Atualmente, contava com mais de 400 mil seguidores no Instagram. Além de ter feito amizade com famosos, como Nego do Borel e Belo, ele colecionava participações em programas de TV e de rádio.

Alguns de seus vídeos de maior sucesso era sua marca registrada: sempre gravava o vídeo “Sextou”, comemorando a chegada do final de semana.

Veja também:
Motorista de aplicativo agride assessoras de Felipe Titto com soco e atropelamento

Nas redes sociais, os usuários lamentaram a morte de Bunitinho e criticaram a ação da polícia. O cantor Nego do Borel também manifestou luto utilizando a função Stories de sua conta do Instagram.

A jovem atriz Mel Maia também foi uma personalidade famosa que comentou sobre a morte.

Confira:

 

Veja também:
Prefeito de Colatina entra na fila do SUS e espera 1 mês para realizar exame
Comente com o Facebook
gêmeas

No Pará, gêmeas de 6 meses nunca acordaram e médicos não sabem explicar