in ,

Casal se filma fazendo ‘aquilo’ em órgão público e vídeo acaba vazando

Vídeo íntimo gravado pelos servidores públicos se transformou em investigação e um deles já foi demitido

Em um episódio que deixou a pequena cidade de Brasnorte, situada a 579 km de Cuiabá (MT), em estado de choque, um vídeo íntimo de um casal dentro das dependências da Secretaria de Educação veio a público, gerando grande repercussão nas redes sociais.

  • Conheça e descubra tudo que você pode fazer com seu dispositivo Alexa! E o melhor: experimente por 30 dias e, se não gostar, receba seu dinheiro de volta. Clique aqui para conferir!

O material, que mostra o casal em atos sexuais em uma sala do prédio, causou enorme controvérsia e levou a medidas disciplinares imediatas.

O homem, que atuava como servidor contratado, teve seu contrato imediatamente rescindido, enquanto a mulher, servidora concursada e auxiliar de sala de aula, agora enfrenta um Processo Disciplinar Administrativo (PAD) para investigar sua conduta.

A situação levanta sérias questões sobre a ética profissional e a conduta dentro das instituições públicas.

Jonatas Ferreira de Melo, secretário de Educação de Brasnorte, expressou sua consternação com o incidente. Ele enfatizou que o acontecimento foi um caso isolado e não representa a índole da equipe da Secretaria.

Isso foi um caso isolado e não reflete a conduta dos servidores, tanto da Secretaria quanto os das escolas”, afirmou, destacando a importância do profissionalismo e da ética no ambiente de trabalho.

Isso não é conduta de servidor. A Secretaria tem funcionários de carreira, família, honrados”, acrescentou, reforçando o compromisso da instituição com os mais altos padrões de conduta profissional.

A situação levou a uma sindicância para apurar a ação da servidora efetiva, além da reunião entre o secretário e o prefeito de Brasnorte, Edelo Ferrari, para discutir as medidas a serem tomadas.

Veja também:
Mulher abaixa a blusa e dispara leite materno contra PM em abordagem

O escândalo ganhou ainda mais atenção devido ao local do ato, uma sala onde se encontravam quadros de políticos de destaque no município, adicionando uma camada de constrangimento à situação já delicada.

O secretário Melo expressou seu desejo de que este incidente sirva de alerta para todos os funcionários sobre a importância da manutenção de uma conduta profissional apropriada dentro das dependências públicas.

O caso do casal destaca a necessidade de vigilância e responsabilidade no comportamento dentro de instituições governamentais, onde o respeito pelos valores éticos e profissionais deve ser prioritário.

Este evento inesperado em Brasnorte repercutiu negativamente não apenas para os indivíduos envolvidos, mas também para a imagem e a integridade das instituições públicas.

Servidor exonerado
Foto: Reprodução/Redes Sociais

O Secretário de Educação Jonatas Ferreira de Melo afirmou em nota que as medidas administrativas já foram tomadas. Leia o comunicado na íntegra:

“A Secretaria Municipal de Educação vem, por meio desta nota, reforçar os valores éticos e morais para com os espaços destinados ao serviço público e prédios administrativos. Desta forma, repudiamos integralmente a postura inadequada dos servidores que agiram contra os valores adotados por toda a prefeitura municipal e, sendo assim, comunicamos que as providências administrativas já foram tomadas com a exoneração imediata de um servidor comissionado e a abertura de sindicância para com a servidora concursada, tendo em vista o comportamento impróprio em vídeo recente que circula nas mídias sociais”.

  • Conheça e descubra tudo que você pode fazer com seu dispositivo Alexa! E o melhor: experimente por 30 dias e, se não gostar, receba seu dinheiro de volta. Clique aqui para conferir!

Professor é demitido após ser flagrado fazendo sexo com aluno de 15 anos

Em Destaque

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

polícia

Mulher abaixa a blusa e dispara leite materno contra PM em abordagem

Nam Hyun-hee - medalhista sul-coreana golpista

Medalhista Olímpica descobre que ‘namorado’ era uma mulher e golpista