in ,

Maisa revela que sofreu bullying na escola por conta de piadas do ‘Pânico’

Apresentadora do SBT disse que desenvolveu traumas por ser chamada de monstro pelo programa ‘Pânico’

Foto: Divulgação / SBT / reprodução / Instagram

A apresentadora do SBT Maisa Silva deu uma entrevista ao Marcelo Tas em seu novo programa, ‘Provocações’, da TV Cultura. Durante a conversa, ela falou que desenvolveu traumas em sua infância por conta do quadro ‘Malisa, Menina Monstro’, do programa ‘Pânico’ – à época, na RedeTV!.

No quadro, o humorista Eduardo Sterblitch se vestia como a Maisa na época em que ela apresentava o ‘Bom Dia & Cia’, no SBT, aos sete anos de idade. Como parte do personagem, o comediante a interpretava com um ar mais agressivo.

A origem do quadro tem a ver com a desenvoltura de Maisa em frente às câmeras, algo notável desde os seus primeiros anos de vida. Ela cometia vários micos ao lado de Silvio Santos e, às vezes, dava algumas respostas curiosas às perguntas feitas pelo ‘dono do Baú’.

Relembre o quadro ‘Malisa, Menina Monstro’, do ‘Pânico’:

Questionada se já havia sofrido bullying em algum momento da vida, Maisa contou que odiava ser provocada pelos colegas por conta das piadas do ‘Pânico’.

“O pessoal da minha escola começou a assistir o programa e falavam: ‘não encosta nela, é a menina monstro, ela vai te morder!’”, disse. “Ficava triste porque conhecia o pessoal e sabia que era uma brincadeira, mas meus amiguinhos da escola não entendiam”, completou.

Apesar da situação causada pelas brincadeiras deles, Maisa afirma que sempre teve boa relação com os humoristas em questão. “Eu conhecia o Emílio (Surita, apresentador), o Edu (Sterblitch), e eu não via maldade”, revela.

Confira a entrevista completa aqui:

Veja também:
Maisa se choca com cena de Belo na 'Banheira do Gugu': 'onde passava isso?'

Comente com o Facebook
dora figueiredo

Youtuber Dora Figueiredo publica vídeo relatando relacionamento abusivo

Foto: TV Globo / Divulgação

Cowboy, campeão do ‘BBB 2’, diz que perdeu todo o dinheiro do prêmio