in ,

Após 3 anos de luta contra o câncer, ator Léo Rosa morre aos 37 anos de idade

O ator se curou de câncer nos testículos, mas descobriu duas metástases há um ano; ele não suportou as complicações da doença

Fotos: Reprodução/Instagram

Uma notícia triste para o entretenimento nacional: após aproximadamente 3 anos de luta contra um câncer que começou nos testículos, o ator Léo Rosa faleceu, aos 37 anos de idade, nesta terça-feira (9) na cidade do Rio de Janeiro.

O ator descobriu a doença no final de 2017 e logo começou o tratamento. Desde então, fez 29 sessões de quimioterapia, duas cirurgias e apostou também em alguns procedimentos não-convencionais.

Infelizmente, no começo de 2020, Léo Rosa descobriu duas metástases e, 1 ano depois, não suportou as complicações do câncer e morreu.

Veja também:
Léo Rosa, ator da Record TV, teve medo de 'ficar inválido' devido ao câncer

Léo Rosa fazia tratamentos alternativos para o câncer

Ele preferiu não fazer transplante de medula óssea, pois acreditava ser um tratamento muito agressivo.

“Baseado nesse diagnóstico, eu tomei a dianteira em relação a algumas coisas e fiz escolhas das quais me orgulho. Eu realmente estou muito melhor do que há um ano, e muito disso está ligado ao fato de eu não estar fazendo um tratamento tão nocivo”, afirmou o ator há um ano.

Um dos tratamentos alternativos que o ator decidiu fazer durante o enfrentamento do câncer foi controverso – ou, no mínimo, pra lá de inusitado.

Inventado por um médico americano, consistia em injetar água com café no ânus para que o corpo extraísse toxinas do fígado com maior facilidade. A prática é conhecida como Terapia de Gerson.

Carreira de Léo Rosa

Mesmo em meio à doença, Léo quis continuar trabalhando. Suas últimas aparições na TV foram na novela ‘Amor de Mãe‘, da TV Globo, em que ele fez uma participação como um repórter. Na série ‘O Mecanismo‘, da Netflix, fez um policial.

Léo Rosa deixou, ainda, dois trabalhos inéditos. O filme ‘Hashtag’, do diretor Caio Sóh, que mistura realidade com ficção ao falar sobre o tratamento do câncer; e o roteiro de uma peça de teatro elaborado com as cartas que ele trocava com o pai.

“O Leo era um cara incrível, um ator preparado, poeta. Estava passando por um momento difícil, mas não se deixava contaminar. Era sempre muito iluminado”, disse o cineasta, fotógrafo e amigo do ator, Marcio Nunes. Eles trabalharam juntos nos filmes ‘Minutos Atrás’ e ‘Por Trás do Céu’.

“Eu fiquei sabendo da morte hoje e está sendo muito difícil. Essa semana mesmo fizemos um vídeo para mandar para ele porque ele estava numa fase difícil, fraquinho”, contou.

Veja também:
Léo Rosa, ator da Record TV, anuncia que superou câncer: 'Estou curado'

O enterro será uma cerimônia reservada em Porto Alegre, no Rio Grande Sul – terra natal de Léo e onde a família dele vive até hoje.

“A família quer uma cerimônia íntima em Porto Alegre somente para a família. Era um pedido dele”, disse o cunhado do ator, Daniel Machado.

Léo Rosa ganhou fama ao protagonizar a novela ‘Vidas Opostas’, na Record TV, em 2006, uma das mais repercutidas da emissora.

Depois ele atuou em ‘Amor e Intrigas’ (2007), ‘Promessas de Amor’ (2009), ‘Rei Davi’ (2012) e ‘Milagres de Jesus’ (2015). Seu último trabalho na emissora foi em ‘Escrava Mãe’ (2016).

Léo Rosa revela que injeta água com café no ânus para auxiliar tratamento de câncer

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

fátima bernardes

Eita! Gafe ao vivo no ‘Encontro’ deixa Fátima Bernardes sem graça; assista

lima duarte

Lima Duarte faz tocante homenagem a Eduardo Galvão, Marco Ricca e Nicette Bruno