in

Motorista de Henrique e Juliano é preso pelo assassinato da esposa grávida

O motivo do crime seria ciúmes dele que não estava conformado com o fim do casamento

Um homem foi preso pelo assassinato da ex-esposa, que estava grávida de quatro meses, na última segunda-feira (4). Aginaldo Veríssimo Cuelho era motorista da dupla sertaneja Henrique e Juliano. Ele cometeu o crime na cidade de Goiânia, no estado de Goiás.

Depois do crime, Cuelho fugiu para a cidade de Anápolis, no mesmo estado. Ele tentou se refugiar na casa de um primo – onde acabou sendo preso em flagrante.

O delegado responsável pelas investigações disse ao UOL que o homem confessou o crime. Ele teria cometido o assassinato por suspeitar que a ex-esposa tinha um novo relacionamento.

“O casal estava separado de fato há pouco tempo e Aginaldo não se conformava com o fim do relacionamento. Ele confessou o crime e relatou que sentia ciúmes da mulher e desconfiava de outro homem. Na delegacia, chorou muito e disse que se arrependeu”, declarou o delegado.

No depoimento, Aginaldo também descreveu o desenrolar da situação na hora do crime. Ele foi à casa da vítima, armado, para questiona-la se existia outro homem.

De acordo com ele, ela teria iniciado uma briga com ele, o que fez com que a arma disparasse. “Ela veio para cima de mim, ficamos segurando a arma e aconteceu. Não sei se ela disparou sozinha ou se fui eu que atirei. Não lembro de nada”, disse.

A dupla Henrique e Juliano se pronunciou sobre o assunto através de nota. Eles ressaltam que o contato que tinham com o motorista era estritamente profissional e informam que Aginaldo estava de folga na data do crime.

Comente com o Facebook
feedclub Aymen Latrous tunisiano frança

Após malinês herói, França ameaça expulsar outro jovem que salvou bebê

lucas jagger1

Chamado de gay, filho de Mick Jagger e Luciana Gimenez dá resposta inesperada