in ,

Paula Thomaz investe na carreira de atriz da filha, diz coluna, e revolta Glória Perez

Ela foi condenada pelo assassinato da atriz Daniella Perez, filha de Glória, em 1992

Paula Thomaz ficou conhecida no Brasil inteiro por ter sido condenada pelo assassinato da atriz Daniella Perez há 28 anos, que também teve a participação do ator Guilherme de Pádua, seu companheiro na época. Agora, segundo a colunista Fábia Oliveira, do jornal ‘O Dia’, ela investe na carreira de atriz da filha.

De acordo com a colunista, Paula Thomaz costuma ser vista e reconhecida por alguns em um shopping na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, onde leva a filha de cinco anos para uma agência de atores.

Veja também:
Assassino de Daniella Perez, Guilherme de Pádua lança canal no YouTube

A menina faz parte do casting de atores mirins da empresa e já participou de algumas campanhas publicitárias. Em outubro, ela até apareceu em um anúncio de uma famosa loja infantil.

Ainda segundo a coluna, atualmente, Paula Thomaz assina seu nome como Paula Nogueira Peixoto e está casada com um advogado. Ela também se formou em Direito após deixar a prisão.

Revolta de Glória Perez

Assim que soube da notícia divulgada pela coluna de Fábia Oliveira, a novelista Glória Perez, mãe de Daniella, se revoltou e criticou a atitude de Paula.

“Essa criminosa não tem limites. Não preservou o filho que estava na barriga, quando se fez assassina, e não preserva a filha de um meio onde terá sempre como referência ser a filha de uma assassina”, respondeu a autora, após ser marcada em uma rede social para comentar a notícia.

O caso Daniella Perez

A atriz Daniella Perez foi morta do no dia 28 de dezembro de 1992. Na época, ela interpretava a personagem Yasmim da novela ‘De Corpo e Alma’, escrita pela mãe, em que fazia par romântico com o próprio Guilherme de Pádua.

O corpo da atriz foi localizado em um terreno baldio na Barra da Tijuca com 18 golpes de punhal. Guilherme de Pádua e Paula Thomaz foram presos definitivamente em 31 de dezembro.

Na época, o crime chocou o Brasil por conta do envolvimento de pessoas famosas, especialmente artistas que trabalhavam juntos.

Guilherme e Paula foram condenados por homicídio duplamente qualificado por motivo torpe e impossibilidade de defesa da vítima. Em 1999, foram libertados após cumprirem um terço da pena, o que gera críticas de Glória Perez até hoje.

Glória Perez relembra aniversário da filha Daniella Perez, assassinada em 1992

Comente com o Facebook
louro josé

Sabia que o Louro José tinha um irmão azul, o Louro João?

Andressa Urach-calcinhas

Rompida com a igreja, Andressa Urach mostra coleção de calcinhas para os fãs