in , , ,

Grávida quase morre, por grave alergia, após usar conhecido tonalizante no cabelo

Uma grávida ficou com o rosto inchado e correu risco de morte depois que sofreu uma gravíssima reação alérgica grave com seu tonalizante de cabelo.

Samantha Espley, de 29 anos, usou o tonalizante N Easy para tingir seu cabelo preto – o mesmo produto que ela alega ter usado por anos. Alguns dias depois, ela acordou e mal conseguia abrir os olhos.

Ela foi levada às pressas para o Hospital Bassetlaw, em South Yorkshire, Inglaterra, onde os médicos a monitoravam, “caso suas vias aéreas fechassem”, e lhe deram fortes drogas anti-alérgicas e esteróides.

Screenshot_5
Antes e depois

A mulher também foi forçada a ficar em casa por uma semana por causa de seu rosto. Ela disse que nunca mais usaria e que colocaria toda tintura ou tonalizante pra fora de sua vida.

Samantha é da cidade de Bircotes, na Inglaterra, e relatou: “Foi muito assustador. Meu olho esquerdo foi o primeiro a inchar. Parecia algo de um filme de terror – fiquei como um monstro. Depois de 20 minutos, foi para o outro lado e para o meu nariz. Ficava cada vez pior. Eu não sabia o que fazer. Eu estava preocupada que ficaria assim para sempre”.

Screenshot_4
Samantha disse que sempre usou a mesma marca e produto

O couro cabeludo de Samantha começou a inchar menos de um dia depois de ter aplicado o tonalizante, no sábado, dia 18 de fevereiro. Ela telefonou no dia seguinte para a emergência e tomou alguns comprimidos de Piriton (um antialérgico comum na Europa), mas o inchaço logo aumentou e foi para o seu rosto.

Na segunda-feira, 20 de fevereiro, ela acordou e mal conseguia enxergar. No mesmo dia, quando chegou ao Hospital Bassetlaw, os médicos aplicaram compressões frias e administraram urgentemente antibióticos e esteroides.

Veja também:
Filha de Heloisa Périssé diz que ex-BBBs roubam vagas de 'atores de verdade'
Screenshot_6
Seus cabelos começaram a cair um dia depois da aplicação

Samantha disse: “Eles tinham que ficar de olho em mim no caso de se espalhar e minhas vias aéreas se fecharem. Tive que tomar antibióticos a cada quatro horas e tomar também cinco esteroides pela manhã e cinco pela noite”. Depois de ter alta do hospital, Samantha ainda teve que ficar em casa por alguns dias, mas está tudo bem com ela e o bebê.

“Fiquei em casa por uma semana. Eu nem saí pra nada. Não vou ter o meu próprio cabelo por um bom tempo. Acho que vou ir para um cabeleireiro profissional sempre, a partir de agora”, afirmou.

A empresa responsável pelo produto, a americana P&G (Procter & Gamble), não se manifestou publicamente até o momento.

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

Famoso mágico se enforca acidentalmente e morre no camarim

Conheça a história da menina que nasceu em uma árvore e mudou um país