in , ,

Vendedor de água na praia faz sucesso com dicas de negócios e palestrou em Harvard

Ambulante carioca de origem pobre encoraja internautas com vídeos didáticos sobre como ganhar dinheiro

Rick Chesther da Silva, morador do Rio de Janeiro, é um exemplo de como é possível se dar bem na vida com pequenas iniciativas. Ele vendia água em Copacabana e obteve lucros de quase mil por cento começando com apenas dez reais.

Conforme os negócios foram crescendo, o ambulante resolveu fazer um canal no YouTube para falar sobre empreendedorismo de uma forma didática. Suas dicas viralizaram nas redes sociais e a popularidade veio com um vídeo em que ele explica como ganhar dinheiro vendendo água.

“Isso não é para você? Então a crise não está no seu bolso, mas dentro de você”, provocou na gravação. Veja:

A iniciativa lhe rendeu um convite para participar da Brilive Conference 2018, que aconteceu no último dia 11 de agosto na Universidade de Harvard, para falar sobre empreendedorismo. Em um depoimento em seu canal, Chesther se lembrou chorando das críticas negativas que faziam contra ele.

“O neguinho que vendia água em Copacabana vai palestrar em Harvard. Eu estou contando isso porque vocês precisam acreditar em seus sonhos. Vocês não têm ideia de quantas vezes me jogaram no chão e não me acovardei. Eu levantei e continuei”, disse.

Na contramão da maioria das personalidades do tema, Rick Chesther é de origem pobre e já cativou o carisma de muitos internautas. “As lutas são tantas, que há dias que não aguento, dá desânimo. Mas quando assisto aos seus vídeos, sinto uma força inexplicável. Por isso, quero te agradecer por você ser essa pessoa incrível, muito humilde e humana. Você está encantando e fazendo muitas outras pessoas felizes”, desabafou um dos seus seguidores no seu perfil no Instagram.

POR QUE EU FALO TANTO DE LIVRO! Insisto tanto em falar sobre a importância da leitura porque não tive ninguém que me falasse que eu precisava ler para apurar meus conhecimentos. Fui eu que insisti e aprendi “na tora” que isso era essencial. E hoje faço questão de deixar esse aprendizado como legado. Insisto porque sei que se essa geração se qualificar no hoje haverá uma chance muito maior de juntos deixarmos um mundo melhor às próximas gerações. Insisto porque sei que existe uma parcela enorme de coronéis que querem manter nosso povo ignorante e com pouca instrução para que assim esses continuem a ditar a regra. E sabendo disso preciso dizer ao meu povo que eles têm que saber mais para errarem menos. Insisto porque meu povo está em cárcere privado e não sabem que estão nessa situação. E o conhecimento é a única ferramenta que pode lhes ensinar que existe libertação. Por esses e tantos outros motivos eu continuarei a dizer sempre leiam, leiam e leiam. Enfim! #deusnãodorme #josué14 #rick_chesther #pegaavisão #movimentopegaavisão

A post shared by Rick Chesther da Silva®️ (@rick_chesther) on

Óleo de coco é ‘veneno puro’, diz pesquisadora de Harvard

Veja também:
Solto? Lula terá habeas corpus contra Moro analisado pela 2ª Turma do STF
Comente com o Facebook
feedclub luiza brunet

Luiza Brunet discute com seguidora e é acusada de preconceito: ‘faxineira metida’

humorista

Humorista leva fora e ‘se vinga’ posando para ensaio fotográfico de maiô; entenda