in ,

Yudi Tamashiro revela que frequentava prostíbulos na adolescência

Hoje, o antigo apresentador do ‘Bom Dia & Cia’, se declara cristão e decidiu não fazer sexo até se casar

Foto: reprodução / Instagram

Yuri Tamashiro fez uma declaração polêmica que surpreendeu internautas. Ele, que ficou conhecido por apresentar o programa infantil ‘Bom Dia & Cia’ ao lado de Priscilla Alcântara no SBT, afirmou que frequentar prostíbulos era algo comum na sua adolescência.

Hoje com 28 anos, Yudi contou várias coisas sobre sua vida pessoal durante participação na gravação do Flow Podcast. Segundo ele, o salário alto e a fama o fizeram perder a cabeça quando era mais novo.

Veja também:
Andressa Urach relata história perturbadora de quando praticou zoofilia na infância

Com pouca idade, o artista chegou a faturar R$80 mil por mês e, segundo ele, não soube lidar com a realidade da vida. “Olhando de fora, foi uma vida cheia de glamour. Foi, sim. Mas com responsabilidades que não eram para uma criança”, diz ele.

“Eu saía do trabalho emendava um put** (prostíbulo) para almoçar. Aí eu chegava lá e mais conversava com as garotas do que fazia (sexo). Eu queria dividir coisas que eu não podia dividir com outras pessoas”, afirma.

“E aí era o contrário. Normalmente as prostitutas conversam com a gente, né? Conversando, eu ficava louco, emendava uma balada. Se não arrumasse nenhuma mina na balada, saía para a casa de swing. Da casa de swing levava umas meninas para a minha casa, ou então ia virado (trabalhar). Com 18 anos, você tem pique de ficar três dias virados”, diz Yudi.

Contudo, apesar de ter dinheiro, diversão, sexo, a vida que ele estava levando não o dava felicidade. “Sinto que há coisas que foram importantes de viver, mas preciso trabalhar isso dentro de mim. É horrível quando você está sofrendo e as pessoas apontam que sua vida é muito boa”.

Segundo Yudi Tamashiro, que revelou fazer acompanhamento com um psicólogo, foi conversando com suas companheiras de trabalho na época – a cantora gospel Priscilla Alcântara e a apresentadora Maisa – que ele começou a perceber que estava no caminho errado.

Yudi contou que começou a frequentar reuniões de uma igreja evangélica e se converteu ao cristianismo. A partir daí, decidiu mudar suas prioridades, que hoje são: sua família, o amor e a espiritualidade. Segundo ele, hoje se sente bem mais feliz do que antes.

“De repente me encontro dentro do camarim, olho para a Priscilla e para a Maisa, que conhecem a palavra (de Deus). O pai e a mãe da Maisa são casados até hoje, vejo amor na família dela. Os pais da Priscilla também vivem o verdadeiro amor; meu pai e minha mãe são casados até hoje. E hoje eu acredito no amor”, afirma.

Há algum tempo, Yudi falou em uma entrevista que desde quando se converteu (em 2017) ele passou a viver uma vida de castidade. Apesar de enfrentar muita dificuldade para se manter sem sexo, ele continua acreditando que é o certo para sua vida.

“A carne é fraca. Falo pros outros jovens, que [dizem] ‘Ah, sua vida é fácil’. É fácil, mano? Todo dia tem um pecado ali batendo na sua porta. Você abre o direct que tem as meninas bonitas mandando mensagem e tal, e você tem que ir excluindo falando: ‘Não, não quero, não quero’. Realmente, é uma luta constante”, conta ele.

Recentemente Yudi terminou o relacionamento de 4 meses com a assessora política de 27 anos, Mayara de Lara, que ele conheceu na igreja.

Yudi Tamashiro diz que parou com relações sexuais após se tornar evangélico

Comente com o Facebook
globo

Equipe da Globo é impedida de gravar e ameaçada por criminosos armados

nego di

Ignorando multa milionária, Nego Di quebra contrato de exclusividade com a Globo