in ,

Avião com 15 paraquedistas cai em Boituva (SP) e deixa dois mortos

O acidente aconteceu, nesta quarta-feira (11), em um dos maiores centros de paraquedismo da América Latina

Foto: Polícia Militar/Divulgação

A cidade de Boituva – localizada a 120 km de São Paulo – é referência quando o assunto é paraquedismo.

Muitas pessoas do Brasil inteiro viajam até lá para viver momentos de adrenalina durante saltos de paraquedas, mas no início da tarde desta quarta-feira (11) uma tragédia aconteceu.

  • DESTAQUES ARREPIANTES! Livros de Suspense e Mistério a menos de R$ 10??? Lista de eBooks com até 80% de desconto! Não deixe de garantir a promoção clicando aqui e atualize sua lista de leituras. 

Um avião de pequeno porte que levava 15 paraquedistas caiu após sofrer uma pane elétrica e precisar fazer um pouso de emergência. A aeronave decolou do Centro Nacional de Paraquedismo e, durante o pouso emergencial, acabou batendo contra um barranco e caiu.

Dois homens, paraquedistas experientes, morreram e outros 12 passageiros ficaram feridos, foram socorridos e levados ao Hospital Municipal São Luís, em Boituva. Não há informações sobre o estado de saúde dessas pessoas.

Veja também:
Instrutor de paraquedas 'desmaia' nos ares e quase mata Daniel Lenhardt do coração

As vítimas foram André Luiz Warwar, de 53 anos, e Wilson José Romão Júnior, de 38.

André Luiz Warwar era funcionário da área de tecnologia da Globo e diretor de filmes. Segundo o ‘G1’, o primeiro longa-metragem dele foi ‘Crime da Gávea’ (2017). André Luiz era um paraquedista experiente.

Já Wilson José Romão Júnior era paraquedista e instrutor. Saltava há vários anos e era de Piracicaba, no interior de São Paulo.

Veja fotos dos dois paraquedistas que faleceram:

Vítimas - acidente aéreo Boituva
Fotos: Arquivo Pessoal

Acidente em Boituva (SP)

O Avião pertencia à empresa ‘Skydive4Fun’ e decolou com 15 passageiros que fariam saltos de paraquedas. A aeronave estava registrada na matrícula PT-OQR e é da Cessna Aircraft, com capacidade máxima para nove passageiros.

Apesar de estar com sete pessoas a mais, o avião estava com situação de aeronavegabilidade normal, segundo informou o Registro Aeronáutico Brasileiro. O avião integrava a categoria de voo “privado para serviço aéreo especializado de público-paraquedismo”. 

Veja também:
Vídeo flagra pouso da paraquedista do Exército que morreu após erro em manobra

Diante da tragédia, o prefeito de Boituva, Edson Marcusso (PTB-SP), lamentou o ocorrido.

“Em 50 anos de história do paraquedismo em Boituva é o primeiro acidente com uma aeronave do CNP. Um dia muito triste para nossa cidade, considerada Capital Nacional do Paraquedismo e do Balonismo Turístico”, disse.

Boituva é mesmo um dos maiores espaços para a prática de paraquedismo do Brasil. Existem 17 clubes diferentes atuando na área.

Segundo o portal ‘Uol’, há uma média de 120 decolagens por dia para fins de salto de paraquedismo. 

Estragos acidente - Boituva
Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros
  • DESTAQUES ARREPIANTES! Livros de Suspense e Mistério a menos de R$ 10??? Lista de eBooks com até 80% de desconto! Não deixe de garantir a promoção clicando aqui e atualize sua lista de leituras. 

Vídeo flagra pouso da paraquedista do Exército que morreu após erro em manobra

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

Mel Maia - Paulo André BBB

Agora com 18 anos, Mel Maia passa cantada em Paulo André e internet reage

tatuagem rosineia penis

Mulher cobre tatuagem de órgão íntimo masculino por não conseguir emprego