in

Boechat fez comentário na rádio sobre tragédias antes de morrer; confira

Jornalista faleceu em um acidente de helicóptero, nesta segunda-feira (11), em São Paulo

Horas antes de falecer em um acidente de helicóptero, nesta segunda-feira (11), em São Paulo, o joralista Ricardo Boechat fez um comentário na rádio BandNews FM. A fala abordou a sucessão de tragédias que ocorreram no Brasil nos últimos dias, desde a barragem de Brumadinho, em Minas Gerais, ao incêndio no CT do Flamengo, no Rio de Janeiro.

Assista:

Boechat estava entre as vítimas de um acidente de helicóptero ocorrido no início da tarde desta segunda-feira (11), em São Paulo.

O helicóptero caiu no quilômetro 7 do Rodoanel, próximo ao acesso à rodovia Anhanguera, próximo a chegada a São Paulo. O piloto e o copiloto da aeronave e o motorista do caminhão também morreram.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a aeronave caiu em cima de um caminhão que trafegava pela via, no sentido interior, próximo à praça do pedágio. O motorista do caminhão foi socorrido pela concessionária.

Os bombeiros informaram que 11 viaturas foram deslocadas para o local para o resgate.

Boechat, que tinha 66 anos, era jornalista, apresentador e radialista, brasileiro. Já trabalhou nos jornais O Globo, O Dia, O Estado de S. Paulo e Jornal do Brasil. Também foi diretor de jornalismo na Band e, atualmente, estava trabalhando como âncora de jornais da TV Band e da BandNews FM. Ele também tinha uma coluna semanal na revista IstoÉ.

Jornalistas, pessoas célebres e fãs lamentam a morte de Ricardo Boechat

Comente com o Facebook
bbb

Polícia Civil abre inquérito e investiga comentários racistas de participantes do BBB 19

bangu centro de treinamento incendio

Incêndio atinge alojamento do Bangu três dias após tragédia no Flamengo