in , ,

Com polícia, Luísa Mell resgata mais de 100 animais em canil clandestino

Resgate de cães, gatos e aves vítimas de maus-tratos foi filmado – com cenas fortes – e divulgado nas redes sociais

A Polícia Militar Ambiental e o Instituto Luisa Mell resgataram mais de 100 cães, gatos e aves que eram vítimas de maus-tratos em um canil clandestino na Vila Jacuí, zona leste de São Paulo, na tarde desta quarta-feira (28). Vários animais viviam em condições insalubres e estavam presos em gaiolas, caixas e no interior de móveis.

“Nunca vi nada tão terrível, tinha cachorro dentro de armário, dentro de aquário, em gavetas”, afirmou ao jornal ‘O Estado de S. Paulo’ a ativista e apresentadora de TV Luisa Mell, fundadora da organização não governamental (ONG) que leva seu nome. “É um filme de terror que não acaba.”

Segundo a ativista, araras e papagaios silvestres foram encontrados com sinais de estresse provocados por má alimentação Alguns estavam sem penas.

Luisa explicou que o instituto recebeu uma ligação da Polícia Ambiental solicitando ajuda para resgatar os animais, já que a corporação não tem viaturas e equipamentos suficientes para o trabalho. “Mesmo nós estamos tendo que pegar os cães aos poucos, porque não tivemos tempo de preparar a equipe”, disse Luisa.

No fim da tarde desta quarta, a ativista ainda estava no canil. A retirada dos animais foi prejudicada pela forte chuva que atingiu a capital paulista. Eles estão sendo levados à sede do Instituto Luisa Mell, em Ribeirão Pires, no ABC Paulista.

Veja também:
Após Marielle Franco, grupo planejava matar Marcelo Freixo

Como o trabalho de remoção não foi finalizado, ainda não houve a contagem oficial do número de aves, cães e gatos resgatados. “Certamente foram mais de 100”, estimou Luisa.

#repost @institutoluisamell Comunicado Estamos recebendo um volume insano de e-mails relacionados ao interesse em adoção dos cães de raça resgatados do canil hoje, dia 28. Foram 113 cães de diversas raças retirados, além das aves. Todos estão sendo atendidos e os casos mais graves internados. Uma médica veterinária especialista em silvestres está também conosco agora realizando o primeiro atendimento das aves. Para todos que escreveram, dizendo "não querer adotar só porque é de raça, mas sim porque amam animais", esses cães não estão prontos para adoção, mas temos cerca de 150 cães sem raça definida (vira-latas), prontos e esperando a chance da serem amados. Sobre o resgate de hoje, além da vacinação, vermifugação e castração, que somente fazemos após exames, existe uma questão Legal envolvida para a obtenção da posse definitiva dos mesmos para que possam ser doados. Somente após a conclusão de todos esses tramites, que podem demorar semanas ou até meses, iniciaremos o período de triagem dos adotantes, seguindo sempre nossos próprios critérios. Sobre as aves, serão encaminhadas para um santuário para serem, se possível, reintegradas a natureza. Agradecemos a todos que estão nos apoiando. Trabalharemos a noite toda. Equipe Instituto Luisa Mell

A post shared by Luisa mell (@luisamell) on

Em setembro, a Polícia Civil e a ONG resgataram 135 cães em Osasco, na Grande São Paulo. Os animais tinham marcas de espancamento e tortura. No local, os investigadores encontraram ainda nove cachorros mortos. A moradora do imóvel, uma idosa de 70 anos, foi levada pela polícia a uma delegacia.

Veja também:
Assista e saiba como foi o 1° discurso de Bolsonaro após eleito presidente

Em suas redes sociais, a ativista publicou imagens do resgate na zona leste e pediu ajuda de seus seguidores para receber doações e custear a recuperação dos animais. A ONG disponibilizou três contas bancárias para quem quiser contribuir: Banco do Brasil, agência 1817-1, conta corrente 120.000-3; Bradesco, agência 1974, conta corrente 288-7; e Itaú, agência 0772, conta corrente 09021-3.

Procurada, a polícia não informou se prendeu ou localizou os responsáveis pelo canil.

Luísa Mell promove feira de adoção, mas público desiste ao não achar cães de raça

Comente com o Facebook
feedclub burger king fb

Jovem denuncia Burger King após ser nomeado ‘macaco’ em nota fiscal

feedclub mari palma

Mari Palma se emociona em despedida no ‘Encontro com Fátima Bernardes’