in ,

Em vídeo, João de Deus diz que se entrega à Justiça divina e da Terra

Médium, que é cardíaco, passou mal antes de ser preso; ele é acusado de abuso sexual após relatos de mais de 335 vítimas de diversos Estados e pelo menos seis países

Antes de se entregar à polícia neste domingo (16), o médium João de Deus registrou um vídeo em que fala sobre as acusações de abuso sexual que enfrenta. Há mais de 335 relatos de mulheres de diversos Estados e pelo menos seis países – Alemanha, Austrália, Bélgica, Bolívia, Estados Unidos e Suíça.

“Na hora que fiquei sabendo, eu me entrego à Justiça divina e à Justiça da Terra. E estou indo agora para me entregar. Fiquei sabendo pelo meu advogado, que está aqui presente”, afirmou ele, antes de convidar seu advogado, Ronivan Peixoto de Moraes Jr, e a jornalista Mônica Bergamo para seguir viagem, em uma estrada de terra, para se entregar à polícia.

Clique aqui para assistir ao vídeo.

Segundo matéria de Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, João de Deus chegou a passar mal pouco antes de se entregar. “Trêmulo, pediu aos defensores para tomar um remédio sublingual. João de Deus é cardíaco”, diz o texto.

João de Deus se entregou às autoridades e foi preso, neste domingo (16), em Abadiânia (GO). O líder espiritual teve o mandado de prisão decretado no fim da manhã de sexta-feira (14) e negociava os termos de sua apresentação.

O médium é acusado de abuso sexual. Desde a revelação das primeiras denúncias, a Força Tarefa do Ministério Público recebeu mais de 335 relatos de diversos Estados e pelo menos seis países – Alemanha, Austrália, Bélgica, Bolívia, Estados Unidos e Suíça. João de Deus atendia cerca de 10 mil pessoas por mês, das quais 40% eram estrangeiras.

Veja também:
Cupom falso do iFood engana usuários do Facebook a mudarem seus nomes

Segundo a promotoria de Abadiânia, os abusos eram cometidos em “sessões particulares individuais” após o atendimento no Centro Dom Inácio Loyola. Pelo menos quatro funcionários são suspeitos de envolvimento no esquema.

Uma vez preso, o líder religioso seria levado para Goiânia, onde deve ocorrer o interrogatório. O MP de Goiás também investiga eventual movimentação suspeita de recursos financeiros, como transferência de dinheiro das contas de João de Deus. Reportagem na edição deste domingo do jornal O Globo diz que o médium fez retiradas de R$ 35 milhões desde que as primeiras acusações vieram à tona.

Abadiânia: sem turismo espiritual, cidade de João de Deus teme colapso

Comente com o Facebook
feedclub joao de deus

Médium João de Deus se entrega à polícia e é preso em Goiás

feedclub catriona gray miss universo 2018

Catriona Gray, candidata das Filipinas, vence o Miss Universo 2018