in , ,

Gilberto Barros diz que bateria em casal gay se beijando e é denunciado ao MP

Apresentador chegou a afirmar que, se pudesse, agrediria dois homens se beijando na sua frente

O apresentador Gilberto Barros fez algumas declarações homofóbicas em seu canal no YouTube. Por conta das falas, um jornalista e pré-candidato a vereador em São Paulo o denunciou ao Ministério Público (MP).

As declarações foram feitas na última quarta-feira (9), durante o programa “Amigos do Leão”, mas só ganharam repercussão na segunda-feira (14). Gilberto Barros conversava com a colega Sonia Abrão quando afirmou o seguinte:

“Você lembra a hora que eu acordava para trabalhar na Rádio Globo, quando cheguei a São Paulo, em 1984? Tinha que acordar às 2h30, 2h, e ainda presenciar, no lugar onde guardava o carro, beijo de língua de dois bigodes porque tinha uma boate gay lá na frente”, disse.

Em seguida, o apresentador disse que hoje em dia, teria agredido os dois homens.

“Não tenha nada contra, mas eu vomito, eu também sou gente. Hoje em dia, se quiser fazer na minha frente, faz. Apanha os dois, mas faz”, afirmou.

Denúncia ao MP

Quem não gostou nada das declarações foi o jornalista William de Lucca, que também é pré-candidato a vereador em São Paulo pelo Partido dos Trabalhadores (PT).

Em seu perfil no Twitter, de Lucca disse que denunciou Gilberto Barros ao Ministério Público pelo crime de homofobia. Ele também citou a Lei Estadual 10.948/01 que pune quem discrimina pessoas homo ou bissexuais, bem como transgêneros.

“Não é admissível que um comunicador use um espaço para incentivar a agressão contra homossexuais. É um crime e ele responderá por isso!”, disse de Lucca.

Veja também:
Durou pouco! Flayslane e Fernando Pessiquelli não estão mais namorando

O jornalista também criticou a postura de Sonia Abrão durante a fala de Gilberto Barros.

“Me incomodou profundamente ver a Sonião Abrão, que sempre foi uma parceira das lutas da comunidade LGBT, ouvir o Gilberto Barros dizer que agrediria dois homens que estivessem se beijando na rua sem repreendê-lo. Uma passada de pano que eu não esperava”, afirmou.

O site UOL procurou a assessoria do apresentador para comentar o caso e aguarda resposta.

Comente com o Facebook
Nigéria ator porno

Ator e produtor de filme eróticos é preso por gravar em floresta sagrada

bruno gagliasso

Bruno Gagliasso relembra história do ‘Surubão de Noronha’ e se diverte