in , , ,

Jovem é despida e jogada em fogueira durante ritual de exorcismo na Nicarágua

Vilma Trujillo, de 25 anos, foi despida e jogada em uma fogueira, na última semana, durante um ritual de exorcismo na aldeia de El Cortezal, na Nicarágua. Ela foi resgatada, mas não resistiu e faleceu no hospital devido às horríveis queimaduras em seu corpo. Acreditavam que ela estava possuída por um demônio.

Screenshot_2
Vilma Trujillo não resistiu às queimaduras e faleceu

De acordo com informações dadas por grupos familiares à mídia da Nicarágua, Vilma Trujillo foi raptada por um homem chamado Juan Rocha. Ele se passou como pastor de um grupo evangélico local.

Juan Rocha e outras pessoas amarraram Vilma Trujillo e a jogaram nua sobre um monte de troncos flamejantes. Os parentes conseguiram resgatá-la horas mais tarde, mas seu corpo já havia sido gravemente queimado.

Screenshot_3
A jovem foi levada às pressas ao hospital

Rocha, preso pela polícia, insistiu que a mulher estava “possuída”, mas ele negou que a havia queimado. Ele afirmou que ela tinha sido mantida no alto pelo suposto espírito demoníaco que então caiu nas chamas.

O chefe da igreja citada pelo suspeito, Rafael Arista, negou em entrevista à televisão que Juan Rocha fazia parte de sua congregação ou que seu grupo tinha algo a ver com o crime.

Fotos no site de notícias locais La Prensa mostrou policiais em um caminhão com algumas das pessoas que são acusadas de envolvimento com o crime.

Screenshot_1
Os acusados de envolvimento com o crime

O marido de Vilma Trujillo, Reynaldo Peralta, disse à imprensa que sua esposa “não estava possuída” e acusou os falsos exorcistas de praticarem feitiçaria. Ele afirmou que estava longe de sua casa quando sua esposa foi queimada.

Veja também:
Relembre a famosa matéria em que Ana Maria Braga foi a uma praia de nudismo
Screenshot_4
O marido de Vilma Trujillo, Reynaldo Peralta

A primeira-dama e vice-presidente da Nicarágua, Rosário Murillo, descreveu o crime como “deplorável e condenável”. Ela afirmou que os responsáveis serão processados por assassinato. “Algo assim não pode acontecer novamente”, disse.

Em Destaque

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

Mulher britânica é acusada de roubo por pegar dinheiro do chão

Rolls-Royce faz minicarro para crianças de hospital dirigirem até sala de cirurgias