in ,

Maisa Silva enfrenta a lei e beija o namorado em público em Dubai

Nos Emirados Árabes, é proibido trocar beijos e carícias em público, com risco de prisão

A apresentadora Maisa Silva está curtindo suas férias ao lado da família e do namorado, Nicholas Arashiro. Em viagem ao Oriente Médio, eles passaram o Natal na cidade de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. As fotos do passeio foram publicadas na quinta-feira (26).

Em uma série de fotos, Maisa Silva surgiu diante do Burj Khalifa, conhecido como prédio mais alto do mundo. Ela posou sozinha, com a família e ao lado de Nicholas. Em uma das imagens, o casal trocou um apaixonado beijo na boca – e correu o risco de ser preso!

Veja também:
Policial vestido de Papai Noel faz prisão após reconhecer condenado no ES

Apesar de ser um gesto considerado inofensivo para os brasileiros, beijar na boca em público é proibido pelas leis de decência de Dubai e pode levar a uma pena de prisão. Já pensou no transtorno?

Por sorte, Maisa passou ilesa por esse perigo e conseguiu continuar sua viagem.

Veja as fotos a seguir (clique nas setas ou arraste para os lados para conferir todas as imagens):

View this post on Instagram

❤️❤️

A post shared by +A (@maisa) on

No último dia 23, Maisa surpreendeu Nicholas com uma passagem para que ele fosse encontrá-la em Dubai. Na ocasião, ela estava no Egito. Por meio de algumas publicações em outra rede social, o Twitter, ela comentou o assunto.

“Eu queria fazer surpresa, mas aí eu estava com medo dele comprar a passagem também, então acabei contando, por FaceTime, e ele ficou emocionado de verdade. Foi muito bonitinho. Eu amo muito”, escreveu, na rede social.

Ela completou: “O estranho é que o Nick já está indo para Dubai, eu vou daqui algumas horas e chego antes que ele. Mas estou muito feliz que ele está indo me ver. Agora a viagem está 100% completa”.

Veja também:
Anitta x Ludmilla e mais: 10 brigas e polêmicas dos famosos em 2019

Comente com o Facebook
papai noel prisão (je)

Policial vestido de Papai Noel faz prisão após reconhecer condenado no ES