in , ,

Menino drag de 11 anos diz que ser homem não significa que não possa usar vestido

Criança conta com o apoio da mãe e diz que se identifica com o sexo masculino, independentemente das roupas que usa

O norte-americano Leo Noakes é um garoto drag queen de 11 anos que chamou a atenção, na última quarta-feira (8), no programa de ‘TV Loose Women’, dos Estados Unidos. Ele apareceu no auditório vestido com roupas de menino, saiu e depois voltou com um vestido estampado, meia calça arrastão, maquiagem e cabelos longos.

Leo, que assumiu o nome Violet Vixen para a sua personagem, explicou que se vestir assim não lhe impede de se identificar com o sexo masculino. “Só porque eu tenho um pênis não significa que eu não possa usar vestido. Só quero mostrar a todos que está tudo bem ser diferente. Isso só me dá mais confiança”, disse.

A mãe da criança, Lauren Noakes, tem uma boa relação com a personalidade do filho e afirmou que o pequeno diz a ela que gosta de ser menino, independentemente das roupas que usa.

No entanto, Lauren nem sempre aceitou a postura do filho. Ela confessou que já tentou mudar os gostos de Leo, dando-lhe carrinhos e artigos mais infantis para brincar, mas não conseguiu. “Quando ele tinha uns seis anos, tirei as coisas que ele pegava [para se performar], no sentido de se livrar de brinquedos antigos. Tentei fazer com que ele se concentrasse um pouco mais em carros e encontrasse algo mais infantil”, recordou.

Por um tempo, Lauren temeu que o filho fosse assim por não ter um pai presente em sua vida, mas percebeu que essas características fazem parte do jeito dele de ser. “Ele não teve uma figura paterna nos primeiros três anos, então me perguntei se era isso, porque ele me observava sempre e poderia ter aprendido a se comportar como eu”, apontou.

Veja também:
Em vídeo que viralizou, brasileiros na Copa assediam jovem estrangeira

A mãe explicou, contudo, que Leo sempre foi extravagante e um grande personagem drag queen. “Ele sempre quis se vestir de salto e coisas do tipo”, concluiu. Assista abaixo à participação do jovem no programa de TV:

Um outro garoto de 11 anos, Desmond, também tem se destacado nas mídias sociais por se performar com roupas femininas. Ele criou um coletivo chamado Haus of Amazing, a fim de prevenir o bullying e o suicídio de jovens LGBTQs e empoderá-los.

Menino drag queen de 11 anos cria coletivo para encorajar crianças como ele

feedclub sacola plástica 3,5 mil reais

Sacola de plástico de R$ 3,5 mil está à venda no Brasil

feedclub miss tatuagem

Miss desiste da coroa após organização pedir que ela esconda tatuagens