in ,

Multado por festas, morador deposita R$ 20 mil: ‘crédito para as próximas’

Caso inacreditável aconteceu em Recife e enfureceu os vizinhos, além de internautas após a história viralizar

Fotos: Paulo Emílio/Canva

Uma situação inusitada e completamente absurda aconteceu em um condomínio de luxo da cidade de Recife, capital do estado de Pernambuco, e está dando o que falar nas redes sociais.

Um morador recebeu uma multa de R$ 2 mil após realizar festas em seu apartamento localizado nas chamadas Torres Gêmeas, no Cais de Santa Rita, em Recife.

  • 3 LIVROS POR R$ 50!!! Inclusive quadrinhos em oferta, com descontos imperdíveis e opção de frete grátis. Só vale até o dia 26/11! Clique aqui.

Na hora de pagar o que devia após ter importunado os vizinhos com música alta, bagunça e a presença de estranhos no condomínio, o morador resolveu depositar um valor consideravelmente mais alto: R$ 20 mil.

O que o motivou a fazer o depósito 10 vezes maior foi a certeza de que promoveria outros eventos nas dependências de seu apartamento. Logo, outras multas certamente chegariam.

Ele se justificou dizendo que a alta quantia paga deveria ficar como “um crédito para as futuras punições”.

Recife
Foto: Reprodução

A notícia da atitude desse morador tem chamado a atenção de síndicos, proprietários de imóveis, inquilinos e locatários de apartamentos e casas em várias localidades do Brasil.

O incômodo com determinados comportamentos dos vizinhos é algo natural nos condomínios. Entretanto, existem regras de convivência aprovadas em assembleia de moradores que, se quebradas, requerem o pagamento de multa pelo responsável.

Segundo a síndica Daisy Machado, que administra quatro condomínios residenciais no Recife, ela já viu de tudo em relação a desrespeitos de normas internas. Desde pequenos atos de vandalismo até roubos de acessórios de carros promovidos por morador.

Veja também:
Casal gay em propaganda de carro gera ataques, ameaças e muita polêmica

Em entrevista ao ‘Correio 24 horas’, ela disse que a classe social dos moradores não determina se surgirão mais ou menos problemas de conduta. “Do endereço mais pobre ao mais chique, qualquer um pode ter moradores problemáticos, disse a síndica.

Existe também um conjunto de normas no Código Civil Brasileiro que determinam os direitos e deveres das pessoas e os limites das suas relações no setor privado, com base na Constituição Nacional.

A legislação tem o intuito de proteger moradores de condomínio de condutas que perturbem a ordem social e ofereçam até riscos a comunidade. Dependendo da quebra da regra de convivência, ou mesmo da lei, a multa pode chegar até 10 vezes o valor da taxa condominial.

Outra medida mais drástica que é um tanto quanto rara, mas pode ser tomada em alguns casos, é a expulsão do morador do imóvel – mesmo sendo proprietário.

  • 3 LIVROS POR R$ 50!!! Inclusive quadrinhos em oferta, com descontos imperdíveis e opção de frete grátis. Só vale até o dia 26/11! Clique aqui.

Brasiliense recebe multa por estar a 710 km/h: ‘tenho um avião?’

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

Sthefane Matos - Victor Igoh

Enquanto Mirella pede divórcio, noivo de Sthe Matos prefere manter o silêncio

Paulinho Serra - Vera Fischer

Humorista Paulinho Serra revela que já viveu romance com Vera Fischer