in ,

Mulher ‘ressuscita’ e bate no caixão três vezes, minutos antes de ser enterrada

Cena inusitada aconteceu enquanto Rosa Isabel estava sendo velada e assustou (muito!) os presentes

Fotos: Reprodução

Já dizia Pabllo Vittar: “ressuscita!!!”. Um velório realizado no último dia 26 de abril em Ferreñafe, no Peru, teve um final surpreendente, para não dizer assustador, e está dando o que falar nas redes sociais. O motivo?

Rosa Isabel Céspedes Callaca estava sendo velada quando acordou e bateu no caixão três vezes, minutos antes de ser enterrada. Já imaginou?

  • GUIA DE PRESENTES PARA O DIA DAS MÃES! Encontre o presente que mais combina com quem te apoia, incentiva, ensina e te ama como você é! Agora a melhor parte: opções de frete grátis com Amazon Prime e tem até um cupom de R$ 15 pra você resgatar! Basta clicar aqui. 

Os familiares e amigos presentes no velório levaram um susto ao perceberam a movimentação dentro do caixão. Rosa Isabel foi vítima de um acidente de carro, chegou a ser socorrida e levada ao hospital, mas acabou morrendo – ou quase…

A mulher peruana foi dada como morta, mas sem ter morrido de fato. Ou simplesmente morreu e reviveu.

“Ela abriu os olhos e estava suando. Cheguei ao meu escritório e chamei a polícia”, contou o administrador do cemitério sobre o velório mais inusitado de todos que já aconteceram no local.

Veja também:
Família se recusa a liberar corpo de pastor que prometeu que ressuscitaria no 3º dia

Os policiais foram até o cemitério e confirmaram que Rosa apresentava sinais vitais, mas fracos. Eles, então, a encaminharam para um hospital da cidade, onde foi atendida.

Mulher ressuscita, mas morre de novo

Depois de toda confusão, infelizmente, Rosa Isabel Céspedes Callaca não resistiu aos ferimentos sofreu no acidente e morreu definitivamente horas depois.

A dona de casa Rosa Isabel tinha 36 anos e era mãe de três meninos, de 5, 11 e 17 anos. Eles também estavam no carro que se acidentou, sofreram politraumatismo e estão internados, sem saberem da morte da mãe. O cunhado de Rosa, Luis Rodriguez, morreu no acidente.

Veja também:
A controversa vez em que Dercy Gonçalves foi 'ressuscitada' em ação de marketing

Veja uma imagem feita no momento em que Rosa “ressuscita” durante o próprio velório:

Velório - Peru
Foto: Reprodução

A família agora quer saber o que aconteceu, Rosa Isabel estava em coma antes de ser declarada morta pela primeira vez? Como o corpo dela foi preparado e colocado no caixão sem estar morta? Muitas são as questões…

Caso será investigado

O caso está sendo investigado pela gerência regional de saúde do Peru. Uma hipótese é que a peruana estivesse em coma quando foi dada como morta.

“Quando Rosa chegou ao hospital, tinha pulso e o que queremos saber é se ela estava em coma no momento do funeral, é nisso que acreditamos”, afirmou uma tia da mulher em entrevista.

Veja também:
Idoso tira - com as próprias mãos - caixão sepultado por engano no túmulo da família

Outra possibilidade é que Rosa Isabel Céspedes Callaca tenha sofrido da Síndrome de Lázaro, também conhecida como autorresuscitação. Trata-se do retorno espontâneo da circulação no organismo depois de tentativas frustradas de reanimação.

Essa situação ocorre quando uma pessoa volta à vida, como se tivesse ressuscitado, mas acaba morrendo de verdade pouco tempo depois.

Assista ao vídeo do momento em que os policiais retiram o caixão do cemitério:

  • GUIA DE PRESENTES PARA O DIA DAS MÃES! Encontre o presente que mais combina com quem te apoia, incentiva, ensina e te ama como você é! Agora a melhor parte: opções de frete grátis com Amazon Prime e tem até um cupom de R$ 15 pra você resgatar! Basta clicar aqui. 

Família abre caixão e encontra corpo de outra pessoa durante o velório

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

flávio migliaccio

Vazam fotos do corpo e carta de despedida de Flávio Migliaccio; família vai processar

Criança menina

Menina de 3 anos desaparece por 10 horas e é ‘devolvida’ à família sem roupas