in ,

Raul Gazolla revela que amigo se ofereceu para vingar assassinato de Daniella Perez

Ator disse que convenceu o amigo a mudar de ideia e que mãe e amigos o ajudaram a superar a morte da ex-mulher

Raul Gazolla revelou em entrevista para um canal do YouTube que um amigo se ofereceu para matar Guilherme de Pádua, assassino da a atriz Daniella Perez, ex-mulher do ator.

“Tinha um amigo que era contraventor. Quando ele soube do caso não foi me visitar, não foi no enterro, nem nada. Passado o enterro, ele mandou me chamar na casa dele e falou ‘estou mandando descer todas as pessoas que conheço e a gente vai explodir a 16ª Delegacia e matar o cara, porque ninguém faz isso com mulher de amigo nosso”, disse Gazolla, para o canal Rap 77.

Veja também:
Glória Perez relembra aniversário da filha Daniella Perez, assassinada em 1992

O ator logo se mostrou contrário à ideia e disse que ficou horas conversando com esse amigo para ele mudar de ideia.

“Porque eu sou gente boa? Não. Porque eu falei assim: ‘essa história tá mal contada, tem mais coisa aí. Esse rapaz precisa viver para contar a verdade’. Aí o cara falou ‘tá bom, ok. Você tem razão, vamos deixar correr com a Justiça’. Além do mais, quando você explode a 16ª para matar alguém, você vai matar inocentes. Eu não posso dormir com esse barulho na minha cabeça”, disse.

Raul Gazolla também revelou que se incomoda com o fato de Guilherme de Pádua e sua ex-mulher e cúmplice, Paula Thomaz, nunca terem demonstrado arrependimento pelo crime e disse que no primeiro ano da morte da Daniella Perez, só conseguiu ficar “normal” com a ajuda da mãe e amigos.

“No primeiro ano me mantive um cara normal, mas eu não andava, não sentia o chão porque eu não conseguia entender como é que alguém poderia matar uma pessoa com quem estava contracenando e que não havia feito nada de mau”, afirmou.

Recentemente, a colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, revelou que Paula Thomaz está investindo na carreira de atriz da filha de cinco anos, o que revoltou Glória Perez, mãe de Daniella.

O caso Daniella Perez

A atriz Daniella Perez foi morta do no dia 28 de dezembro de 1992. Na época, ela interpretava a personagem Yasmim da novela ‘De Corpo e Alma’, escrita pela mãe, em que fazia par romântico com o próprio Guilherme de Pádua.

O corpo da atriz foi localizado em um terreno baldio na Barra da Tijuca com 18 golpes de punhal. Guilherme de Pádua e Paula Thomaz foram presos definitivamente em 31 de dezembro.

Na época, o crime chocou o Brasil por conta do envolvimento de pessoas famosas, especialmente artistas que trabalhavam juntos.

Guilherme e Paula foram condenados por homicídio duplamente qualificado por motivo torpe e impossibilidade de defesa da vítima. Em 1999, foram libertados após cumprirem um terço da pena, o que gera críticas de Glória Perez até hoje.

Assassino de Daniella Perez, Guilherme de Pádua lança canal no YouTube

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

maria eduarda

Áudio hilário de Uber que esqueceu passageiro e só levou mala viraliza; ouça

pyong

‘BBB 20’: Polícia Civil abre outra investigação e Pyong pode pegar 5 anos de cadeia