in , ,

Repórter assaltada ao vivo na TV reconhece o suspeito pelo roubo

Na ação criminosa, o homem levou dois celulares da jornalista; ele foi preso horas depois

Uma situação complicada foi registrada, ao vivo, na manhã do último sábado (27), no canal CNN Brasil. Uma repórter foi assaltada e ameaçada com faca enquanto participava de um noticiário.

Pelas imagens, é possível notar que a repórter Bruna Macedo é abordada por um homem enquanto o jornalístico falava sobre as chuvas na cidade de São Paulo. A princípio, não dá para identificar exatamente o que está acontecendo.

Um pouco mais tarde, o âncora do ‘CNN Sábado’ explica que Bruna havia sido assaltada. Na ação, o homem levou dois celulares da jornalista. Ela estava sozinha em campo, como “videorrepórter”, sem auxílio de uma equipe.

“Faz mais ou menos 20 minutos que aconteceu, a Bruna Macedo estava entrando no ar, num quadro dividido. Na imagem do meio, a Bruna é vista sendo abordada por um rapaz. Não deu para entender na hora o que estava acontecendo, se era um morador de rua passando. Mas depois do que aconteceu, cortamos a imagem e ela explicou que foi roubada”, relatou o apresentador Rafael Colombo.

“Esse indivíduo a abordou com uma faca e levou os dois celulares dela embora. Ele fez ameaças e ela entregou um celular. Mas ele sabia que ela tinha dois celulares, porque ela tem um particular e um corporativo”, explicou.

“Ela está bem, já está aqui na redação. Tomou um susto danado, mas está bem, não sofreu nenhum tipo de ferimento. Ela vai prestar queixa na polícia e é vida que segue”, concluiu o âncora.

A polícia informou, mais tarde, que o assaltante foi preso. Bruna, então, foi chamada à delegacia, onde fez o reconhecimento do suspeito. Ele é um homem de 40 anos de idade. Os dois celulares, no entanto, ainda não foram recuperados.

Assista:

Veja também:
Homem invade TV Globo, exige falar com Renata Vasconcellos e faz repórter refém

Comente com o Facebook
renato aragão didi

Mais um: Renato Aragão é demitido da TV Globo após 44 anos de contrato

pet shop bar

Polícia descobre bar clandestino disfarçado de pet shop no interior do RJ