in ,

Silvio Santos quebra o silêncio sobre acusações de racismo em programa

Uma semana após a polêmica, o apresentador tocou no assunto durante seu programa e se confundiu ao dizer: ‘não sou homofóbico’

O apresentador Silvio Santos, geralmente, não se manifesta a respeito das polêmicas em que se envolve. Dessa vez, no entanto, ele agiu de maneira diferente. Uma semana após ser acusado de racismo por um episódio acontecido em seu programa no SBT, ele tocou no assunto e ironizou o caso.

Tudo começou no dia 8 de dezembro, quando Silvio Santos não aceitou a vitória da cantora Jennyfer Oliver, que é negra, no quadro ‘Quem Você Tira?’. A despeito do resultado da votação, que elegeu a candidata com 84 dos 100 votos, o dono da emissora decidiu mudar as regras para premiar outra cantora, que ele considerou mais bonita.

Veja também:
Cantora negra envolvida em polêmica com Silvio Santos quebra o silêncio

Neste domingo (15), também durante o programa, Silvio Santos conversou com sua filha Patricia Abravanel e acabou falando sobre a polêmica. O apresentador acabou se confundindo com os termos e riu enquanto tentava se defender.

“Estão falando mal de mim na internet porque vieram aqui quatro cantoras, e eles disseram aí na internet que eu não quis que uma cantora cantasse porque ela é negra. Então, eu sou homo…”, disse Silvio. A apresentadora Livia Andrade, entendendo a confusão, interrompeu o patrão com o termo correto: “Racista”, mas ele preferiu ignorar.

“Homossexual ainda não [sou]. [Disseram] que eu sou homofóbico!”, disse Silvio em meio a várias gargalhadas. Patricia Abravanel, então, corrige o erro do pai e aproveita o momento de fala para sair em sua defesa. Ela acredita que não houve racismo na ocasião.

“Não, racismo. Falam que você é misógino, que é uma palavra que eles nem sabem o que é…”, disse a filha. “Misógino é homem que não gosta de mulher”, acompanhou o pai. “Mas você gosta. Só tem mulher aqui!”, completou Patrícia.

Ela finaliza o assunto dando sua explicação para o ocorrido. “Posso falar? Eu assisti e não achei nada demais. Sabe qual foi meu comentário? Ele sempre escolhe quem ele gosta mais. Ele pede para o pessoal votar, mas a decisão é de quem? Dele! Então, não é porque ela é negra, é porque você sempre escolhe”, argumentou a apresentadora.

Assista:

A polêmica

Contando com quatro candidatas, o jogo ‘Quem Você Tira?’ consistia em apresentações do viral ‘Caneta Azul’. A melhor intérprete foi escolhida por votação do auditório: Jennyfer Oliver, que recebeu 84 dos 100 votos.

“Você ganhou R$ 500 com a ‘Caneta Azul'”, disse Silvio Santos enquanto entregava para ela a premiação prevista.

Foi então que o dono do SBT se mostrou insatisfeito com a escolhida e decidiu alterar o resultado. Ele pediu mais dinheiro à produção e informou que escolheria sozinho a verdadeira vencedora.

Para não precisar tomar de volta os R$ 500 que já havia dado a Jennyfer, ele deu o mesmo valor para todas as candidatas. Em seguida, ele escolheu a verdadeira campeã: Juliani, que havia conquistado apenas 5 votos da plateia. Ela ganhou mais R$ 500, totalizando R$ 1 mil.

“Vai ser R$ 500 para cada uma, porque eu vou escolher a melhor das quatro e dar mais 500 […] deixa eu ver quem eu escolheria se eu estivesse em casa vendo pela televisão… Juliani, você ganhou, você é muito bonita, canta bem e ganhou mais R$ 500”, afirmou Silvio.

A atitude repercutiu mal na web e o apresentador foi acusado de racismo por ter discordado da escolha da plateia, considerando que Jennyfer Oliver era a única candidata negra na brincadeira.

O nome de Silvio Santos chegou a figurar entre os assuntos mais comentados das redes sociais, recebendo críticas pelo ocorrido.

Confira algumas reações dos usuários no Twitter, incluindo o youtuber Felipe Neto:

https://twitter.com/craiskc/status/1203858412792111104

Veja também:
Por que o SBT quase não cobriu a morte de Gugu? Ordens de Silvio Santos

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

prova de direção

Filho que se vestiu de mulher para burlar prova de direção dá 1ª entrevista

Alex Bozarijan

Corredor de maratona que deu tapa em bumbum de repórter na TV é preso