in , , ,

Um canadense foi achado vagando no Brasil após 5 anos desaparecido

Um homem canadense que acreditava-se estar morto, após ter desaparecido há cinco anos, foi descoberto quando vagava ao longo de uma estrada brasileira.

Anton Pilipa, de 39 anos, voou de volta a Toronto nesta semana, com seu irmão Stefan, depois de ser liberado de um hospital na cidade de Manaus, no norte do Brasil, informou a imprensa.

Stefan disse que Anton, um ativista anti-pobreza que viveu em Toronto, Montreal e Columbia Britânica, teve problemas de saúde mental quando desapareceu em 2012.

Anton chegou ao Brasil por, pelo menos, parte do caminho andando e por vezes até descalço. Ele também pedia carona carona ou se escondia nos baús dos caminhões.

Screenshot_2
Os irmãos Anton e Stefan

“Eu me sentia realmente frustrado o tempo todo [durante aqueles anos], sempre tendo aquela pergunta dolorosa: ‘Onde ele está? O que aconteceu com ele?’. Sinto-me espantado por ele estar vivo e ter chegado tão longe”, disse Stefan.

Em novembro, a polícia rodoviária pegou o homem andarilho todo desgrenhado, sem nenhuma identificação. A oficial canadense Helenice Vidigal ajudou as autoridades a localizar a família do homem e a devolvê-lo ao Canadá.

“Eu sabia que ele não pertencia a esse caminho. Anton é um tipo diferente de nós brasileiros, ele se destaca”, disse Helenice Vidigal à CBC Toronto, em entrevista por telefone do estado brasileiro de Rondônia. “O estranho ofereceu poucos detalhes”, ela disse, “mas disse que era do Canadá”.

Ela complementa: “Pensei, ‘se ele diz que ele é canadense, tenho certeza que posso encontrar a família dele'”, disse Vidigal, que levou sua pesquisa à internet e fez uma conexão com Stefan via Twitter.

Veja também:
O nome verdadeiro de Chay Suede tem uma história hilária por trás

“Fiquei realmente chocado, não queria ter minhas esperanças”, disse Stefan, que planejou uma viagem para pegar seu irmão de um hospital e lançou uma campanha para arrecadar dinheiro para a viagem.

Anton conseguiu fugir do hospital e se dirigiu para a perigosa selva amazônica.

“Essa é uma área com grandes predadores, como crocodilos e felinos. Estávamos com medo que ele pudesse ser comido por um desses animais”, disse Vidigal.

Mas Anton foi logo encontrado seguro novamente e levado a um hospital em Manaus, onde Stefan o localizou no final de janeiro. “Sua saúde estava começando a se deteriorar. Nós o pegamos a tempo”, disse Stefan.

Screenshot_1
Anton, hospitalizado

Anton disse à BBC que estava feliz por ser encontrado. “Sei que tenho muita sorte em estar vivo. Estou muito feliz por poder voltar para a minha família”, disse ele.

Stefan disse que a família ainda não descobriu exatamente onde Anton esteve durante todo esse tempo. “Eu não queria pressioná-lo demais a respeito disso”, afirmou.

O final feliz foi temperado por alguns assuntos da lei. Anton enfrenta acusações de assalto e armas desde 2011. Depois de seu retorno a Toronto na segunda-feira, ele foi detido, mas logo após foi liberado na expectativa de futuras audiências.

Enquanto isso, a família planeja “mantê-lo bem perto” e “ajudá-lo a ter a vida que merece”, disse Stefan.

Design-sem-nome

Comente com o Facebook
semmedo

Carro toca a música “Imagine” e projeta “#SemMedo” nas ruas de Vitória

Screenshot_4

Adolescente com olhos esbugalhados pode entrar para o Guinness Book