in ,

Tantos anos depois, Justiça anula união estável de Jorge Lafond (a Vera Verão)

Pedido dos três herdeiros do ator, morto em 2003, foi contemplado pelo Tribunal de Justiça de SP

Fotos: Reprodução

Nesta segunda-feira (4), o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) anulou o reconhecimento da união estável entre Jorge Lafond (conhecido por interpretar a Vera Verão) e seu empresário, Marcelo Pádua.

  • Alexa com mais de R$ 100 de desconto!!! Com opção de FRETE GRÁTIS!!! E a melhor parte: experimente por 30 dias e DEVOLVA se não curtir o produto! Confira clicando aqui.

Os herdeiros de Jorge Lafond, morto há 19 anos vítima de um infarto fulminante, entraram com pedido na Justiça para que fosse comprovado que o humorista não vivia uma união estável com Marcelo, que morreu em 2020.

Segundo informações da colunista Mônica Bergamo, da ‘Folha de S. Paulo’, os desembargadores concluíram que existem provas de que os dois tinham um caso, mas não suficientes para concluir que a relação afetiva se configurava como união estável.

Veja também:
Terceira morte é confirmada após explosão de churrasqueira em reunião de amigos

Não há provas de que Lafond e Marcelo viviam no mesmo endereço, por exemplo. Jorge Lafond deixou seguros de vida que somam cerca de R$ 800 mil e uma casa em Mairiporã, localizada na Zona Norte da Grande São Paulo, comprada por ele da atriz Cassia Kiss no passado.

Os herdeiros por direito desse dinheiro e imóvel são três primos de Jorge Lafond, única família do humorista, que lutavam na Justiça para que os familiares do empresário, Marcelo Pádua, não tivessem direito também de receber nada do que foi deixado por Jorge.

Foi em novembro de 2021 que a união estável entre Jorge Lafond e seu empresário, Marcelo Pádua, foi reconhecida pela Justiça. O empresário morreu em 2020 e, desde então, passou a ser representado no processo pela mãe.

Quando ainda estava vivo, Marcelo Pádua moveu uma ação contra o INSS com o intuito de requerer uma pensão pela morte de Lafond – que não foi concedida por falta de provas da união.

Quem defendeu os primos de Jorge Lafond no processo foi o advogado Adilson Carvalho de Almeida, responsável por mover a ação que deu direito aos três primos de serem reconhecidos como herdeiros legais, em 2014.

Jorge Lafond
Foto: Reprodução/YouTube

Quem foi Jorge Lafond, intérprete da Vera Verão?

Jorge Luiz de Souza Lima nasceu em Nilópolis, no Rio de Janeiro, em 29 de março de 1952. Ele se formou em Teatro pela Uni-Rio e logo adotou o nome artístico de Jorge Lafond.

Formado em balé clássico e dança africana, Jorge fez parte da a Companhia de Dança de Haroldo Costa por uma década. Mas foi no programa ‘Viva o gordo’, de Jô Soares, que Lafond mostrou ao público suas habilidades para o humor.

Na década de 1990, o ator de 1,98 m atuou em ‘Os Trapalhões’, no quadro do quartel, interpretando o soldado Divino. Apenas mais tarde, no humorístico ‘A Praça é Nossa’, que Jorge Lafond deu vida ao personagem de maior sucesso de sua carreira, a Vera Verão.

Ele é considerado um importante representante da comunidade LGBTQIA+ no passado, por seu posicionamento e atuação na TV e no cinema.

Jorge Lafond era hipertenso e portador do vírus HIV. Ele morreu aos 50 anos de idade no dia 11 de janeiro de 2003, vítima de um infarto fulminante, depois de passar 14 dias internado no Hospital Cepaco, na Zona Sul de São Paulo.

A trajetória de Jorge Lafond será tema do musical ‘Jorge para sempre Verão’ – com texto de Aline Mohamed e Diego Mesquita e direção de Rodrigo França – que ainda está em fase de testes.

  • Alexa com mais de R$ 100 de desconto!!! Com opção de FRETE GRÁTIS!!! E a melhor parte: experimente por 30 dias e DEVOLVA se não curtir o produto! Confira clicando aqui.

Como Carmo Dalla Vecchia escondeu casamento com outro homem por tantos anos?

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

Mel Maia

Mel Maia vira assunto ao revelar pegação com ex-BBB, 10 anos mais velho que ela

Luva de Pedreiro - mansão

Do lixo ao luxo: Luva de Pedreiro se muda pra uma das vizinhanças mais caras do Brasil