in ,

Vazam áudios de bombeiros xingando Cacau Protásio: ‘aquela gorda, preta’

A própria humorista denunciou a situação em uma série de vídeos em sua conta do Instagram

A humorista Cacau Protásio precisou recorrer à sua conta do Instagram para denunciar uma triste situação. Ela foi alvo de uma série de comentários racistas por parte de oficiais do Corpo de Bombeiros da cidade do Rio de Janeiro. Áudios em que ela era atacada acabaram caindo na internet e foram divulgados pelo colunista Leo Dias, do portal ‘Uol’.

Tudo começou quando a atriz recorreu ao Quartel-Central do Corpo de Bombeiros na cidade para gravações de seu novo filme. Em ‘Juntos e Enrolados’, a personagem que ela interpreta será uma oficial da corporação. Na cena, acompanhada de quatro bailarinos, ela faz uma coreografia fardada.

Antes da polêmica, a atriz havia publicado um texto em agradecimento ao Corpo de Bombeiros. Veja:

Em um dos áudios publicados por Leo Dias, é possível ouvir um bombeiro criticando a situação. Ele ofende Cacau a chamando de “gorda preta” e “bucha de canhão”. Ele também reclama do fato de que os bailarinos seriam “viados” e que isso poderia manchar a reputação da corporação.

“Vergonhoso. Mete aquela gorda, preta, numa farda de bombeiro, uma bucha de canhão daquela, com um monte de bailarino viado, quebrando até o chão. Vão achar que é o que? Bombeiro? Aquilo é tudo viado. Lamentável”, diz a gravação.

Um segundo áudio, enviado por outra pessoas em um grupo do mensageiro WhatsApp. mantém o mesmo tom das críticas. “Olha a vergonha no pátio do quartel central. Essa mulher do ‘Vai Que Cola’, aquela gorda, colocou a farda e botou os dançarinos viados com roupa de bombeiro. Isso é um esculacho, rapaz. Qual é a desse comandante? Vai deixar uma por** dessas no pátio do quartel?”, diz.

Nesta quarta-feira (27), Cacau denunciou o comportamento e publicou um longo desabafo em sua conta do Instagram. “Estou fazendo um filme onde faço um bombeiro e fomos gravar, domingo, no batalhão do centro da cidade”, contou.

“Um bombeiro fez vídeo de uma cena solta e espalhou, me chamando de negra, gorda, filha da puta. Não entendi porque tanto ódio. Eu sou negra, sou gorda, sou brasileira, sou atriz. Não mereço ser agredida assim, como nenhuma pessoa”, revela.

“Racismo é crime. Os bombeiros são uma corporação que respeito, que amo. Sei que sou uma pessoa forte, mas ouvir tudo isso de um ser humano é horrível. Como uma pessoa que veste uma farda tão linda tem essa postura? Como você dizer que ele salva vidas tendo essa postura e falando tanta coisa horrorosa?”, lamentou.

O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro ainda não se pronunciou sobre o caso.

Assista aos vídeos:

View this post on Instagram

Vídeo 1.

A post shared by Cacau Protásio (@cacauprotasiooficial) on

View this post on Instagram

Vídeo 2.

A post shared by Cacau Protásio (@cacauprotasiooficial) on

View this post on Instagram

Vídeo 3.

A post shared by Cacau Protásio (@cacauprotasiooficial) on

Comente com o Facebook
diego hypólito

Após foto com Bolsonaro, Diego Hypólito é substituído em campanha publicitária