in ,

Blogueira é detonada ao fazer ensaio fotográfico no velório do próprio pai

Ela até desativou o perfil após receber uma enxurrada de críticas pela falta de noção, mas tentou justificar

Fotos: Reprodução/Redes Sociais

Algumas pessoas têm dificuldade em encontrar a separação entre o mundo real e a realidade digital. A blogueira e influenciadora, Jayne Rivera, se mostrou ser uma dessas pessoas.

O pai dela faleceu e foi velado no último domingo (24) na Flórida, nos Estados Unidos, e Jayne aproveitou o look todo preto e a maquiagem bem feita para uma espécie de ensaio fotográfico.

  • 3 LIVROS POR R$ 50!!! Inclusive quadrinhos em oferta, com descontos imperdíveis e opção de frete grátis. Clique aqui.

A locação para as fotos? Foi o caixão aberto do próprio pai! A jovem chegou a publicar oito fotos dela mesma durante a ocasião fúnebre e triste para a família.

Em algumas imagens ela apareceu fazendo carão, sorrindo e até sensualizando.

A atitude da influenciadora Jayne Rivera repercutiu muito nas redes sociais. Internautas apontaram o quão desumana ela tinha sido, em tirar fotos dela mesma no momento do último adeus do pai.

Veja também:
Vereador abre caixão com facão para 'provar' que causa da morte não foi Covid-19

Em uma das fotos, a blogueira escreveu: “Borboleta, voe para longe. Descanse em paz, Papi, você era meu melhor amigo. Uma vida bem vivida e publicou para os seus 80 mil seguidores do Instagram, com a hashtag #Dadless (‘sem pai‘, em português).

Internautas criticam blogueira por fotos no velório do pai

Após publicar as fotos no velório, Jayne Rivera começou a receber muitas mensagens negativas, desaprovando a atitude dela. “Nojento!”, definiu um internauta. Torpe, afirmou outro.

Cultura do narcisismo“, declarou mais um, se referindo a uma cultura de pessoas que têm necessidade de serem admiradas e acreditam que as outras pessoas são inferiores a elas.

“‘Oi, meu nome é Jayne Rivera e gosto de fazer ensaio fotográfico durante o funeral do meu pai. Sim, aquele é ele no caixão’. Ela postou OITO fotos no Instagram em várias poses”, comentou mais um internauta inconformado com os cliques em frente ao caixão aberto.

Algumas pessoas pediram para os internautas pararem de criticar tanto a influenciadora, mas receberam uma resposta afiada em troca:

“Eu já vejo muitas respostas dizendo que nós não deveríamos julgar etc. Na verdade, eu estou tentando ser uma pessoa menos crítica. Mas há limites. Isso… isso eu julgo“, afirmou um rapaz.

Outro homem tentou entender Jayne, afirmando que aquela seria a última ocasião com a presença física do pai dela e, por isso, a necessidade de registrar.

“Meu pai faleceu um mês atrás e eu quase tirei uma selfie com seu corpo antes que ele fosse cremado. Quer dizer, pense nisso, essa é a última vez que você vai ver o rosto daquela pessoa na vida real“, disse.

Mas o argumento não foi aceito pela maioria.

“Tirei uma foto do meu gato quando ele morreu, cercado por flores na caixa, antes que ele fosse queimado – mas eu não postei isso em lugar nenhum e não tirei fotos com poses quentes na frente do corpo dele e postei no Instagram”, contou uma internauta.

Jayne Rivera não suportou a enxurrada de críticas e decidiu desativar a conta que tinha no Instagram, com 80 mil seguidores. No TikTok, ela era acompanhada por mais de 300 mil pessoas.

Confira uma das fotos em que Jayne posa sorrindo em frente ao caixão aberto do próprio pai:

Jayne Rivera - velório pai
Foto: Reprodução/Redes Sociais 

Jayne Rivera tenta se explicar após polêmica

Após toda a repercussão negativa das fotos, Jayne Rivera afirmou, em entrevista à ‘NBC News’, que entendeu a recepção negativa“.

Mas esclareceu que elas foram tiradas “com a melhor intenção, de uma maneira que o pai teria aprovado se ainda estivesse vivo”.

Segundo a blogueira, “todo mundo lida com a perda de um ente querido da sua maneira. Algumas são mais tradicionais, enquanto outras podem parecer um tabu, pontuou a moça.

“Para mim, encarei a celebração como se meu pai estivesse ao meu lado, posando para a câmera como ele fez em muitas outras ocasiões”, afirmou.

Jayne Rivera esclareceu que as fotos foram publicadas mais de uma semana após a morte do pai e que está tranquila, pois não fez nada que fere as diretrizes do Instagram.

“Eu trabalhei muito por oito longos anos para construir minha audiência. As pessoas de fora julgam um livro pela capa sem parar para entender as intenções ou significados ocultos do livro”, reclamou a blogueira, que obviamente perdeu seguidores depois do episódio.

“As pessoas vão discordar de qualquer maneira, e estou acostumada com isso. Eu sou uma Rivera e sei que meu pai está orgulhoso de mim e do desfecho das coisas. Ele nunca será esquecido”, concluiu a jovem em entrevista.

  • 3 LIVROS POR R$ 50!!! Inclusive quadrinhos em oferta, com descontos imperdíveis e opção de frete grátis. Clique aqui.

Desejo do falecido: velório de dono de bar acontece no bar com música e cachaça

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

Mayara Motti - carro

Ex-BBB Mayara Motti não entrega carro para vencedora de sorteio no Instagram

ifood

iFood hackeado? Nomes de restaurantes alterados geram polêmica na web