in ,

Cliente briga por cupom de desconto e dá um tiro em atendente do McDonald’s

Caso bizarro aconteceu na cidade do Rio de Janeiro e repercutiu por causa do excesso de violência gratuita

Fotos: Reprodução/TV Globo/Arquivo Pessoal

A madrugada desta segunda-feira (9) foi atípica e extremamente violenta no McDonalds da Taquara, bairro localizado na zona oeste do Rio de Janeiro. O motivo?

Um cliente agrediu e deu um tiro em um atendente da lanchonete de fast food após briga por um cupom de desconto.

  • Epa! Livros de autoajuda a menos de R$ 10??? Lista de eBooks com até 70% de desconto! Não deixe de garantir a promoção clicando aqui e atualize sua lista de leituras. 

Mateus Domingues Carvalho, 21 anos, atendia os clientes no drive thru quando, por volta das 2h da manhã, atendeu um homem que, só ao final do pedido, disse que queria usar um cupom de desconto.

O atendente explicou que ele teria que ter dito isso antes, no começo do atendimento. Naquele momento, já não dava para dar o desconto no valor do lanche.

Veja também:
Vídeo: mulher pedida em casamento na fila do McDonald's é vaiada ao negar

O cliente ficou insatisfeito, pulou do carro, quebrou a proteção de acrílico e deu um soco no rosto de Mateus. Depois, ele entrou na loja e atirou à queima roupa na barriga do funcionário.

Uma testemunha relatou à TV Globo como tudo aconteceu.

“O cliente começou a gritar na pista do drive-thru que, se não tratasse ele bem, ele invadia o estabelecimento e daria um tiro no funcionário. Ele aplicou um disparo de arma de fogo à queima roupa, dentro do estabelecimento”, disse a pessoa que prefere não ser identificada.

O funcionário ferido foi levado ao Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, onde passou por cirurgia e seu estado é estável.

O responsável pelos disparos fugiu, ainda não foi localizado e a polícia investiga o caso.

Atendente do McDonalds já havia sofrido violência

Há um mês, Mateus foi ameaçado por clientes que queriam pagar um lanche com uma nota falsa de R$ 200.

Na época, a história se tornou notícia na região e ninguém imaginava que o atendente seria vítima de violência no ambiente de trabalho de novo tão cedo.

Veja também:
Após denúncia e repercussão, McDonald's admite que McPicanha não tem picanha

Em nota enviada à imprensa, o McDonalds lamentou o ocorrido e disse que “prestou socorro imediatamente ao funcionário, que foi levado rapidamente para o hospital pela polícia. A empresa está acompanhando e dando todo o suporte para seus familiares e já está colaborando com as investigações sobre o caso”. 

Uma parente do atendente de apenas 21 anos disse que a rede de fast food não está dando o suporte que afirmou que daria. A empresa tem se metido em várias polêmicas em 2022.

“Passamos a madrugada no hospital e até então não vimos a cara de ninguém do McDonalds. Recebemos ainda pouco uma ligação de uma pessoa dizendo que estava no hospital e mais nada. Tão falando que estão dando suporte e não sei que suporte. A gente tá aqui sem saber o que fazer“, disse uma familiar em entrevista ao portal ‘Uol’.

Sobre Mateus, ela afirmou que “ele é uma criança grande, se dá bem com todo mundo, não tem uma pessoa que reclame dele ou tenha algo a se queixar. É um menino gentil. Só tem idade e tamanho”.

Diante do caso, a Polícia Civil também se pronunciou dizendo que “agentes realizam diligências para ouvir testemunhas e colher imagens de câmeras de segurança. A investigação está em andamento”. 

Veja também:
Burger King dá lanche gratuito se cliente queimar anúncio do McDonald's

Veja uma foto da fachada da lanchonete onde o crime aconteceu:

McDonald's
Foto: Reprodução/TV Globo
  • Epa! Livros de autoajuda a menos de R$ 10??? Lista de eBooks com até 70% de desconto! Não deixe de garantir a promoção clicando aqui e atualize sua lista de leituras. 

Vídeo: mulher pedida em casamento na fila do McDonald’s é vaiada ao negar

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

Cauã Reymond - Bárbara Heck

Incomodado, Cauã Reymond chama a polícia e acaba com festa de ex-BBB

Cristiana Oliveira

Cristiana Oliveira, eterna Juma de ‘Pantanal’, lança autobiografia aos 58 anos