in ,

Padre Fábio de Melo faz tatuagem, explica significado e garante que ‘não é pecado’

O pároco escreveu no Twitter que realizar tatuagens no corpo não é pecado aos olhos de Deus

O padre Fábio de Melo, conhecido por ser bastante ativo das redes sociais, fez outra coisa pouco comum entre seus colegas párocos: tatuou uma abelha na mão e explicou o significado do desenho escolhido.

A tatuagem foi feita na última terça-feira (4) pelo tatuador Fernando Shimizu. Segundo Fábio de Melo, ele decidiu fazer a tatuagem para eternizar uma abelha que tinha o costume de pousar em sua mãos durante as missas dominicais que faz online.

“Tudo começou com uma abelha que ficava pousando em mim durante as lives das missas dominicais. […] Será meu sinal. De um tempo difícil, mas também bonito. De reclusão, de vida interior, de buscas e realizações silenciosas. O poeta tem razão: ‘abelha fazendo mel vale o tempo que não voou…'”, disse, em postagem no Instagram.

View this post on Instagram

Ela tem apenas 2 cm. Obra de arte criada e executada pelo meu amigo @fernandoshimizu. Dei a ela o nome de Ana, o mesmo de minha mãe. Tudo começou com uma abelha que ficava pousando em mim, durante as lives das missas dominicais. Uma minha, outra na @zizafernandes. Quem vem acompanhando já me ouviu falando sobre elas. Será meu sinal. De um tempo difícil, mas também bonito. De reclusão, de vida interior, de buscas e realizações silenciosas. O poeta tem razão: “abelha fazendo mel vale o tempo que não voou…”

A post shared by pefabiodemelo (@pefabiodemelo) on

A abelha tem apenas 2 cm de tamanho e está eternizada na mão esquerda do pároco. Ele revelou que também deu para ela um nome: Ana, o mesmo de sua mãe.

De acordo com a assessoria de Fábio de Melo, o padre afirmou não ter sentido ou reclamou de dor e deixou o estúdio feliz com a tatuagem, que levou duas horas e meia para ser concluída.

Em entrevista para o colunista Léo Dias, do jornal ‘Metrópoles’, Fernando Shimizu, que é amigo do padre, afirmou que ficou satisfeito com o trabalho realizado.

“É totalmente gratificante o meu trabalho tomar a proporção que está tomando. São 25 anos de arte da tatuagem. E tatuar pessoas como o Padre Fabio de Melo me faz ter certeza que consegui alcançar a minha meta, mostrar a minha arte ao mundo” comentou.

Respondendo a alguns questionamentos de fãs no Twitter, o pároco também garantiu que realizar tatuagens no corpo não é pecado aos olhos de Deus. “Pecado é tudo que nos tira a bondade”, escreveu Fábio de Melo.

Comente com o Facebook
vampiro de niterói

‘O Vampiro de Niterói’: série relembra história do homem que matou 14 meninos

explosão no líbano

Vídeo: mulher arrisca a própria vida para salvar criança em explosão no Líbano