in , , , ,

Globo Esporte é acusado de preconceito por matéria em evento asiático

Internautas criticaram tom de deboche em reportagem sobre Glory Of Heroes, em São Paulo

Uma reportagem da edição de São Paulo do programa “Globo Esporte”, da TV Globo, tem gerado polêmica nas redes sociais. Internautas têm apontado preconceito contra asiáticos no conteúdo da matéria.

Na ocasião, a Globo cobria o Glory Of Heroes, um evento chinês de artes marciais que teve a sua primeira edição realizada no Brasil, no último dia 4 de março. A atração ocorreu no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo.

O tom debochado marcou a reportagem feita pelo “Globo Esporte”. Inicialmente, a repórter Camila Silva entrevista um mestre de kung-fu e, ao longo do bate-papo, pergunta: “Quarenta anos no Brasil e ainda fala ‘mistula’?”.

O mestre de kung-fu, aparentemente, se espanta com a pergunta. Ele responde: “Ainda tá meio enrolado (o português), né?… é que os meus pais falam chinês comigo”.

A repórter também questionou um rapaz que acompanhava o evento por seu sotaque. Ele disse que morava no Brasil há quase 20 anos e ela perguntou: “E ainda tá falando assim?”, imitando o sotaque chinês.

Depois, a repórter pergunta a outro homem na plateia, de ascendência chinesa, qual foi a palavra mais difícil que ele precisou aprender a falar. Ele respondeu que, se forçar, é possível pronunciar qualquer termo. Por fim, a jornalista pediu para que o rapaz falasse a palavra “frango”.

Assista:

Muitos internautas se posicionaram contra à matéria feita pelo “Globo Esporte”. A reportagem foi alvo de críticas por sua abordagem rasa e preconceituosa à cultura oriental.

“Não sei o que foi de maior falta de educação. Pedir para falar ‘frango’ ou dizer: ‘mora a 20 anos e ainda fala assim’. Isso não é brincadeira e nem piada, é falta de respeito”, disse uma internauta. “Afinal a reportagem era sobre o esporte ou a pessoa falar português… além da falta de respeito com os entrevistados!”, afirmou outro.

Veja também:
Glee: morte de Naya Rivera reacende crença sobre maldição da série; entenda

Houve, também, quem colocasse panos quentes na situação e afirmasse que tais críticas eram exageradas. “Vão caçar o que fazer. País hipócrita onde nada pode”, afirmou um internauta. “Reportagem normal, mas vivemos no mimimi hoje”, disse outro.

Pelo Twitter, a repórter Camila Silva pediu desculpas aos internautas pela matéria. Ela disse que havia pensado a reportagem de outra forma, mas que acabou ganhando um contorno diferente na edição.

Comente com o Facebook
ivete sangalo

Ivete Sangalo divulga foto de quando era modelo aos 14 anos

sala ana hickmann 2

Sala enorme da mansão de Ana Hickmann vira piada nas redes sociais