in ,

Gugu Liberato ganha 1 milhão de seguidores no Instagram desde sua morte

Fato foi constatado por veículos de comunicação e criticado por internautas e pela atriz Marina Ruy Barbosa

O apresentador Gugu Liberato, que morreu após um trágico acidente doméstico nos Estados Unidos, foi sepultado na última sexta-feira (29), na cidade de São Paulo. Ele faleceu na semana anterior, no dia 22 de novembro.

Curiosamente, após morrer, Gugu Liberato já ganhou mais de 1 milhão de seguidores em sua conta oficial do Instagram. Diversos internautas repercutiram a situação, incluindo a atriz Marina Ruy Barbosa, que falou sobre o assunto em tom crítico.

Veja também:
Por que o SBT quase não cobriu a morte de Gugu? Ordens de Silvio Santos

Utilizando sua conta do Twitter, Marina Ruy Barbosa não citou diretamente o nome de Gugu, mas comentou que considera a prática “incompreensível” e “mórbida”, levantando uma discussão sobre o assunto.

“Uma coisa que não entendo e acho mórbido: Por qual motivo uma pessoa que morreu ganha milhares de seguidores nas redes sociais? Qual o intuito de seguir alguém depois da morte anunciada? Eu ainda fico chocada como a gente está usando errado a internet. Sério”, disse ela.

Ela completou: “Será que ainda em vida essas pessoas mostravam seu carinho? Sei lá, só um desabafo e reflexão mesmo. Vamos aproveitar a vida para homenagear, amar, prestigiar, seguir, dar like, ligar, mandar mensagens, apoiar. É tão bom e necessário receber carinho”.

Veja:

A situação levanta, ainda, uma discussão ainda mais séria: a chamada “herança digital”. Por ser uma conta com muitos seguidores e ligada a contratos financeiros de publicidade, esse tipo de perfil possui alto valor monetário.

Familiares costumam requerer o acesso aos perfis após a morte de um ente querido, seja com intuito financeiro ou simplesmente para administrar a conta. A Justiça, no entanto, vem negando a maioria dos pedidos desse tipo no Brasil. Alguns projetos de lei tramitam no sentido de criar precedentes que resolveriam casos futuros.

Oficialmente, o Instagram oferece apenas duas opções aos familiares: congelar a conta no formato de memorial ou excluir definitivamente o conteúdo.

“Eu entendo que a família possa herdar as contas nas redes sociais do morto. Contas de 1 milhão, 2 milhões de seguidores têm óbvio valor econômico e a família deveria ter o direito de usufruir”, afirma o advogado Luiz Augusto D’Urso em entrevista ao portal ‘Uol’.

Veja também:
Viny Vieira, o Gluglu, é informado sobre morte de Gugu após deixar 'A Fazenda 11'

Comente com o Facebook
gugu viny vieira

Viny Vieira, o Gluglu, é informado sobre morte de Gugu após deixar ‘A Fazenda 11’