in ,

Idosa de 94 anos morre ao cair de elevador de acessibilidade em clínica particular

Ela passaria por uma consulta de rotina com um angiologista, mas acabou falecendo após acidente

Foto: Google Street View

Um acidente com um elevador de acessibilidade de uma clínica particular terminou em morte na manhã desta segunda-feira (16) em Uberlândia, Minas Gerais.

  • “Alexa, toca minhas músicas”. Frete grátis na 3ª geração do Echo Dot, o aparelhinho da Amazon que todo mundo quer ter em casa – perfeito para qualquer ambiente! Acesse, confira e compre clicando aqui.

Uma idosa de 94 anos e o filho dela, de 67, utilizavam o elevador da clínica Soma Saúde, localizada na Avenida Nicomedes Alves dos Santos, área nobre da cidade, quando ele despencou.

Era por volta de 9h40 da manhã quando Elza Inácio de Castro, que estava em uma cadeira de rodas, entrou no elevador com o filho, César Lúcio de Castro, de 67 anos, para passar por uma consulta de rotina com um angiologista na clínica.

Veja também:
Henry Borel: vídeo mostra mãe e Jairinho com menino desfalecido no elevador

Assim que o elevador chegou à altura da recepção, onde mãe e filho desceriam, eles sentiram um forte tranco, como se o elevador tivesse travado. Isso fez com que os dois se desequilibrassem e caíssem de uma altura de cerca de 1,6 metro.

Elza e César Lúcio receberam os primeiros socorros dos funcionários da clínica até os agentes do Corpo de Bombeiros chegarem. A idosa de 94 anos, infelizmente, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Já o filho dela foi encaminhado para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), com suspeita de traumatismo craniano leve.

Problemas com o elevador

O tenente Felipe Borges Ribeiro afirmou que não há barras de proteção no elevador e a corrente que fecha o equipamento não estava presa no momento do acidente.

O elevador ainda será avaliado para comprovar se houve alguma falha mecânica ou não.

“Assim que chegamos havia um cardiologista estabilizando a vítima. Constatamos que ela estava em parada cardiorrespiratória e iniciamos o procedimento de reanimação, mas sem sucesso”, afirmou o tenente em entrevista ao ‘G1’.

Veja também:
Funcionário do Carrefour fica preso em elevador durante todo o final de semana

Fábio Rafael de Castro, outro filho da vítima, contou que a mãe dele saiu de Tupaciguara – a 56 km de Uberlândia – para passar pela consulta.

“Não tive acesso ao pessoal da clínica, não sei como foi a assistência dada por eles. Infelizmente, veio a acontecer isso, não sei nem o que dizer“, disse Fábio em entrevista à ‘TV Integração’.

A Prefeitura de Uberlândia mandou uma equipe da Secretaria de Planejamento Urbano e da Defesa Civil até a clínica e, após análise, informou que nenhuma irregularidade foi constatada. Toda a documentação do local está regular.

Questionada pela imprensa, a clínica preferiu não se pronunciar sobre o acidente.

Veja uma foto do elevador de acessibilidade onde o acidente fatal aconteceu:

Elevador
Foto: Marco Alexandre Machado/Arquivo Pessoal
  • “Alexa, toca minhas músicas”. Frete grátis na 3ª geração do Echo Dot, o aparelhinho da Amazon que todo mundo quer ter em casa – perfeito para qualquer ambiente! Acesse, confira e compre clicando aqui.

Carro de idosa despenca do 3° andar de garagem e resgate é feito de helicóptero

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

Paulo Cupertino - assassino Rafael Miguel

Paulo Cupertino, assassino do ator Rafael Miguel, é preso após 3 anos do crime

Repórter Marcelo Moreira - Paulo Cupertino

Ao vivo, repórter da Band discute com Paulo Cupertino na delegacia: ‘dando risada’