in ,

Funcionário do Carrefour fica preso em elevador durante todo o final de semana

Rapaz foi considerado desaparecido pela família, que logo iniciou as buscas nas redes sociais

Fotos: Reprodução

Um funcionário do supermercado Carrefour passou por momentos desesperadores ao ficar preso em um elevador de carga por 36 horas dentro do estabelecimento, sem comer nem beber nada.

  • Teste o Prime Video da Amazon de maneira totalmente gratuita e sem compromissos por 30 dias. Se não curtir, é só cancelar sem pagar nada! Clique aqui e garanta.

O caso aconteceu em Santos, litoral de São Paulo. O homem não voltou para casa após o turno de trabalho do último sábado (25) e despertou preocupação na família.

A mãe chegou a compartilhar fotos do rapaz nas redes sociais pedindo ajuda para encontrá-lo.

Veja também:
Funcionário do Carrefour morre trabalhando e corpo é escondido para manter loja aberta

Na postagem, ela pede qualquer informação que as pessoas pudessem ter sobre o filho, além de dizer que “ele toma remédio controlado” e que nunca tinha passado a noite fora sem avisar.

Ao procurar a polícia, a mãe foi incentivada a não registrar Boletim de Ocorrência enquanto não passasse de 24 horas do desaparecimento, pois o filho é maior de idade.

E foi só na segunda-feira (27) que o funcionário foi encontrado preso dentro do elevador em seu local de trabalho.

Ele trabalha aproximadamente 7 anos no Carrefour, rede de supermercados que, nos últimos anos, apareceu várias vezes nos noticiários por episódios de violência.

Em nota enviada à imprensa, o Carrefour afirmou que ainda não sabe o motivo para o elevador onde o funcionário ficou preso por 36 horas ter parado de funcionar.

Segundo o documento, o elevador de carga fica em uma área interna e restrita do prédio, distante da movimentação dos outros funcionários que estiveram presentes no supermercado, inclusive, no domingo (26).

Não se sabe também porque o rapaz não gritou para pedir ajuda.

“Estamos junto aos familiares para prestar todo o suporte necessário, incluindo apoio psicológico. Ficamos consternados com o ocorrido e estamos apurando o fato internamente“, diz a nota do Carrefour, que providenciou uma assistente social para acompanhar a família do funcionário.

  • Teste o Prime Video da Amazon de maneira totalmente gratuita e sem compromissos por 30 dias. Se não curtir, é só cancelar sem pagar nada! Clique aqui e garanta.

Em 2 anos, Carrefour se destaca nos noticiários por episódios de violência

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

Bil Araújo

Tadinho, gente! Bil Araújo volta a reclamar que sofre preconceito por ser bonito

Cal e Linda - Covid casal morre

Casal morre de mãos dadas e com apenas 1 minuto de diferença