in ,

Menino de 11 anos é obrigado a comer lagartixa frita pela madrasta

Polícia investiga o caso após a criança ter sido internada em estado gravíssimo de saúde

Foto: Canva

No município de Formosa, em Goiás, um caso bizarro e alarmante aconteceu, envolvendo um menino de 11 anos que foi hospitalizado com uma infecção intestinal grave. O motivo? Ele foi obrigado a comer uma lagartixa frita – um ato imposto pela madrasta e pela mãe dela.

De acordo com informações do delegado Paulo Henrique Santos, o incidente ocorreu no começo de novembro, quando o menino estava sob os cuidados da madrasta e da mãe dela, na ausência do pai.

As duas mulheres contaram às autoridades que tinham o costume de consumir esse tipo de animal no passado e decidiram oferecê-lo ao garoto.

“A atual sogra do pai era uma pessoa muito simples, parece que já passou fome no passado e comentou com a criança que antigamente as pessoas comiam aquilo“, detalhou o delegado Santos.

O caso, que veio a público na sexta-feira (11), está sob investigação policial.

A mãe do menino, em entrevista ao jornal ‘Metrópoles’, relatou que o filho ficou na casa do pai no fim de semana, nos dias 4 e 5 de novembro.

Lagartixa frita

Acontece que o pai saiu e deixou o filho aos cuidados da atual companheira e da sogra. O menino, então, começou a passar mal logo após ingerir o réptil. A mãe da criança descreveu uma semana de vômitos incessantes, levando à busca de auxílio médico.

Veja também:
Angela Ro Ro relembra namoro com Zizi Possi, que teve fim conturbado

Atendido inicialmente em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), o quadro do garoto se agravou, resultando em sua internação hospitalar.

“A criança teve vômitos constantes ao longo da semana e por isso procuraram uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Após consultarem a criança e serem mandados duas vezes para a casa, mesmo com a piora do quadro de saúde do filho, procuraram o atendimento em um hospital, onde ele foi diagnosticado com infecção intestinal grave e foi internado“, disse o delegado

A mãe afirmou que a história contada pelo filho foi confirmada por trocas de mensagens no WhatsApp com o pai do menino. Em resposta ao incidente, ela registrou um Boletim de Ocorrência contra a madrasta.

Atualmente, o garoto está se recuperando em casa, enquanto a 2ª Delegacia de Polícia de Formosa continua investigando o caso.

Polícia - Formosa - Goiás
Foto: Vitor Santana/G1

Após matar enteada, madrasta é descoberta ao envenenar outro: ‘ria ao servir o feijão’

Em Destaque

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

Aluno autista - braço quebrado

Aluno autista tem braço quebrado por policial professor em escola militar

Ana Hickmann

Ana Hickmann posta vídeo e quebra o silêncio sobre agressão do marido: ‘angústia’