in ,

Homem xinga, joga o carro e tenta atropelar repórter da Globo ao vivo

Paula Araújo fazia entrada ao vivo quando homem tentou avançar com carro para cima dela

Fotos: Reprodução/GloboNews

A repórter Paula Araújo participava ao vivo do programa ‘Em Pauta’, da GloboNews, na última terça-feira (10) quando sofreu ataques seguidos de uma tentativa de atropelamento.

  • “Alexa, toca minhas músicas”. Frete grátis na 3ª geração do Echo Dot, o aparelhinho da Amazon que todo mundo quer ter em casa – perfeito para qualquer ambiente! Acesse, confira e compre clicando aqui.

Tamanha violência contra a profissional da imprensa e a repórter cinematográfica Patrícia Santos, aconteceu na avenida Cupecê, na Zona Sul de São Paulo.

O homem passava por um sinaleiro próximo de onde as repórteres estavam e começou a ofendê-las, além de fazer críticas à TV Globo.

Veja também:
Padre atropela ladrão que roubou roupas de paróquia e foge sem prestar socorro

Ao perceber que estava sendo ignorado por elas, ele deu marcha ré e avançou na direção de Paula e Patrícia, que felizmente conseguiram desviar e não se feriram.

Testemunhas que presenciaram a cena chamaram a Polícia Militar. As autoridades constataram que as repórteres estavam bem depois do grande susto.

“Estava fazendo uma entrada ao vivo, quando um homem de carro parou no semáforo e começou a xingar a gente por conta da Globo. ‘Ah, é da Globo, não vou deixar trabalhar…’. Ele deu ré em direção a mim, que estava na calçada. Ele só não me atingiu porque dei dois passos pra frente. Ainda bem que tinha um policial do lado. Daí ele logo saiu”, relatou Paula Araújo à revista ‘Veja’.

“As jornalistas afirmam que essas circunstâncias inibiram o agressor de tentar algo ainda mais grave“, comunicou o Sindicato dos Jornalistas de São Paulo em seu site e perfil no Twitter.

Repúdio ao ataque contra repórter

Após o ocorrido, a TV Globo emitiu uma nota repudiando qualquer tipo de ataque contra seus funcionários.

“A TV Globo repudia com veemência a violência, se solidariza com a repórter Paula Araújo e com a repórter cinematográfica Patrícia Santos e adverte, mais uma vez, todos os que agridem o trabalho da imprensa estimulam esse tipo de ato”.

Veja também:
Áudio de mulher gemendo vaza durante jornal da Globo e constrange jornalistas
 

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) também afirmou que repudia a ação e que se solidariza com as duas repórteres.

Segundo a Abraji, com a proximidade das eleições e o acirramento dos ânimos, é possível que se note um crescimento nos riscos à liberdade de imprensa, ao cumprimento do exercício profissional e à integridade física e moral dos jornalistas.

Confira a nota publicada pela Abraji:

Paula Araújo - repórter GloboNews
Foto: Reprodução/GloboNews
  • “Alexa, toca minhas músicas”. Frete grátis na 3ª geração do Echo Dot, o aparelhinho da Amazon que todo mundo quer ter em casa – perfeito para qualquer ambiente! Acesse, confira e compre clicando aqui.

Homem abaixa as calças enquanto repórter falava ao vivo na TV Globo

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

Casal gay - propaganda Volks

Casal gay em propaganda de carro gera ataques, ameaças e muita polêmica

Cobras Píton - Austrália

Vídeo: família tem casa invadida e quatro cobras píton são retiradas do local