in , ,

Milagre: sobrevivente do voo da Chapecoense sofre outro acidente e sobrevive

Boliviano Erwin Tumiri estava no ônibus que caiu em um penhasco de 150 metros de profundidade, matando 21 pessoas

Fotos: Reprodução

Uma tragédia aconteceu nesta terça-feira (2) e chamou a atenção do mundo. Um dos 6 sobreviventes do acidente aéreo da Chapecoenseque matou 71 pessoas em 2016 – o técnico de aviação boliviano Erwin Tumiri, sofreu outro acidente e, mais uma vez, sobreviveu!

Era 1 hora da madrugada quando o ônibus em que Erwin estava passava pela estrada de Cochabamba em direção à cidade de Chimoré (na Bolívia) e acabou caindo em um precipício com 150 metros de profundidade. O trágico acidente matou 21 pessoas e deixou outras 20 feridas.

Veja também:
Pegadinha de falso roubo dá errado e jovem youtuber acaba morto a tiros

A notícia por si só é terrível, mas o que choca ainda mais é o fato de Erwin Tumiri, que tem 30 anos de idade, ser um dos passageiros do ônibus.

Quatro anos depois de passar pelo momento mais complicado de sua vida, o boliviano se viu perto da morte novamente, mas provou que sua hora ainda não chegou.

Todas as vítimas foram levadas para hospitais. Contudo, por conta dos ferimentos, que são graves, o chefe do escritório policial de trânsito acredita que o número de óbitos pode aumentar.

A irmã de Erwin concedeu uma entrevista ao jornal ‘Los Tiempos’ em que fala sobre o que passou nos últimos dias.

“Mais uma vez ele foi salvo. Eu estava muito preocupada. (…) Me sinto feliz pelo meu irmão. Ele está com ferimentos no joelho e arranhões nas costas, está com um corte que vai ser suturado. Conversei com ele, ele disse que está bem. É a força do Senhor, Ele sempre cuida de nós no seu tempo”, adiantou Lucía, irmã do técnico de aviação.

O próprio Erwin Tumiri deu entrevistas assim que chegou ao hospital e contou detalhes do momento em que o ônibus caiu no penhasco.

“O ônibus estava rodando, aí eu agarrei o banco da frente, sabia que íamos bater porque viajávamos em alta velocidade. Continuei agarrado, não soltei até atingirmos o solo”, relatou o rapaz, 2 vezes sobrevivente.

No acidente da Chapecoense, além de Erwin, sobreviveram os jogadores Jakson Follman, que encerrou a carreira no esporte, Alan Ruschel, que hoje joga no Cruzeiro, Neto, que ainda joga no time catarinense, a comissária de bordo Xemena Suarez, e o jornalista Rafael Henzel, que morreu em 2019 vítima de um infarto.

Na época do primeiro acidente, Erwin chamou a atenção da mídia ao revelar como havia conseguido se salvar: seguindo os procedimentos de segurança indicados.

Tumiri afirmou ter ficado em posição fetal com uma mala entre as pernas, um procedimento recomendado em casos emergenciais. Entretanto, ele revelou que muitos passageiros, com o nervosismo do momento, haviam ficado em pé e gritando.

Sobrevivente da tragédia da Chape, Rafael Henzel morre aos 45 anos

Comente com o Facebook
nego di

Ignorando multa milionária, Nego Di quebra contrato de exclusividade com a Globo

criança cai

Ato heroico: homem consegue salvar criança de 2 anos que cai do 12º andar