in ,

Sobrinha de Michael Jackson é atacada por vizinha e leva 7 facadas no corpo

A jovem de 25 anos foi esfaqueada enquanto ouvia ofensas apenas pelo fato de ser negra

Fotos: Reprodução/Instagram

Em meio a uma onda de protestos nos Estados Unidos contra o racismo, desencadeados depois que um homem negro chamado George Floyd foi assassinado por um policial branco, mais um caso tem chamado a atenção na web. Uma sobrinha do astro pop Michael Jackson contou que foi atacada violentamente.

Yasmine Jackson, de 25 anos de idade, compartilhou em suas redes sociais que sofreu um sério ataque de uma vizinha nos Estados Unidos. Além de ofensas racistas, ela foi esfaqueada sete vezes.

“Ela disse que faria isso porque eu era negra e isso é tudo que eu pude ouvir enquanto estava sendo esfaqueada. Não consigo mexer meu pescoço. Estou com medo de ficar sozinha”, disse a jovem em uma publicação em seu Instagram.

Veja também:
Campeã do 'BBB 20', Thelma sofre ataques ofensivos durante live sobre racismo

A moça, que é enfermeira, compartilhou três fotos nas quais é possível ver cortes e sangue escorrendo do rosto e pescoço dela. Na legenda, um longo relato sobre o que a aconteceu.

“Peço a Deus que, se você tem algum tipo de ódio em seu coração para com os negros, você o cure. Eu não mereço isso, ninguém merece”, declarou.

A mãe de Yasmine é Joh’Vonnie Jackson, que é fruto de um relacionamento extraconjugal de Joe Jackson, pai de Michael, na década de 1970.

Ela também compartilhou detalhes do ataque sofrido pela filha nas redes sociais. Em uma das postagens, uma foto do sutiã de Yasmine completamente ensanguentado.

“Minha filha implorou para que ela não a esfaqueasse e ela começou a esfaqueá-la repetidamente, até que um homem negro veio e puxou a mulher de Yasmine, e a mulher branca também o chamou de negro”, relatou a mãe da jovem.

E ela disse mais: “Ela tentou matar minha filha por ser negra. Minha filha tem um bom coração e dedicou seu tempo como enfermeira para ajudar os outros. Ela não merecia isso! Foda-se quem tem ódio suficiente no coração para querer fazer isso com alguém!”.

Veja também:
Rodrigo Bocardi comete gafe ao vivo na Globo e é acusado de racismo na web

Confira a publicação de Yasmine e o desabafo dela, em inglês:

View this post on Instagram

I was stabbed 7 times right by my house because “I’m a nigger”. This woman chased me down and started stabbing me. She said it’s because I was a nigger and that’s all I could hear while I was being stabbed. I can’t move my neck at all. I’m scared to be alone. I asked people to help me because she was stabbing me and nobody helped. Until someone did, actually a few people did & I am thankful for you. I pray to God that if you have any kind of hatred in your heart towards black people that you heal it. I didn’t deserve this, nobody does. Oh & btw I’m still fucking proud to be black. @shaunking , please help me. They only are charging her with a felony battery with a deadly weapon. I feel like she deserves attempted murder and also this is a HATE CRIME. SHE CALLED ME A NIGGER & THERE ARE WITNESSES 🙏🏼 SHARE SHARE SHARE SHARE PLEASE!!!!!!! Edit: THEY BOOKED HER FOR ATTEMPTED MURDER, NOW TO WORK ON THE HATE CRIME CHARGE.

A post shared by Yasmine Jackson ⚤ (@yasminejackson_) on

Através dos Stories do Instagram, ela mostrou seus ferimentos espalhados pelo corpo:

A mãe dela também compartilhou algumas fotos em seu Instagram:

Veja também:
Esposa do DJ Rennan da Penha denuncia racismo em agência bancária

Comente com o Facebook
flayslane

‘BBB 20’: Boca Rosa fala demais e Flayslane admite ‘romance virtual’ com modelo

larissa manoela

Vídeo: Larissa Manoela é trollada pelo namorado enquanto faz exercícios