in ,

Um Sonho Possível: atleta odiou o filme e acha que foi retratado ‘como um idiota’

Ex-jogador de futebol americano se aposentou aos 30 anos após sofrer uma concussão cerebral

Fotos: Divulgação

O filme ‘Um Sonho Possível’, exibido na tarde deste domingo (9) de Dia das Mães na tela da TV Globo, é um grande sucesso desde o seu lançamento, em 2009.

No entanto, se engana quem pensa que o verdadeiro ex-jogador de futebol americano, Michael Oher, o personagem principal, gostou da maneira que sua vida foi contada nos cinemas. 

A trama emocionante conta a história de superação da vida difícil de Michael. Com o pai preso e mãe viciada em crack, ele vivia dormindo de favor na casa de colegas de escola e não tinha quase nenhuma chance de “se dar bem na vida”.

Veja também:
Trailer dos filmes sobre Suzane von Richthofen, com Carla Diaz, está de arrepiar!

Após ser adotado por uma família rica de Memphis, no estado norte-americano do Tennessee, Michael se dedicou aos estudos e recebeu propostas de excelentes universidades para jogar futebol americano.

A partir daí, sua carreira deslanchou e ele atuou em times conhecidíssimos da Liga Nacional de Futebol Americano.

Em 2011, o filme ‘Um Sonho Possível’ concorreu ao Oscar de Melhor Filme e Sandra Bullock levou a estatueta de Melhor Atriz pela atuação como a mãe adotiva de Michael – este foi o único Oscar da carreira de Sandra até hoje.

Michael Oher odiou Um Sonho Possível

Apesar de todo esse sucesso, o Michael da vida real não gostou nada de ser visto como um “idiota” em várias cenas do longa.

Segundo o próprio ex-jogador de futebol americano, em sua autobiografia lançada em 2011 intitulada ‘I Beat the Odds’ (que significa ‘Eu venci as probabilidades’), parte de sua história foi distorcida no famoso filme. 

Veja também:
Netlix divulga trailer do documentário 'Pelé', sobre o Rei do Futebol

Senti que me retrataram como um idiota, não como uma criança que nunca havia tido uma instrução acadêmica consistente e depois foi muito bem assim que a obteve”, escreveu.

Michael Oher passou por três equipes em oito anos na liga e chegou a vencer o Super Bowl – o maior evento esportivo dos Estados Unidos – com o Baltimore Ravens em 2013.

No ano de 2016, ele sofreu uma concussão cerebral e foi impedido de jogar. Ele, provavelmente, sofreu uma lesão cerebral.

Após alguns meses, decidiu se aposentar oficialmente depois de reprovar em um teste físico. A aposentadoria do jogador ainda é um mistério para os fãs de futebol nos Estados Unidos.

Hoje em dia, o ex-jogador comanda a ‘Michael Oher Foundation Kids Matter’ – instituição que fundou e que busca dar oportunidades a crianças e adolescentes em situação de pobreza.

Tom Brady se diverte ao descobrir que é conhecido como ‘marido da Gisele’ no Brasil

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

bruna surfistinha

Aos 36 anos, Bruna Surfistinha anuncia que está grávida de gêmeas

no limite

Lembra da Elaine? 1ª campeã de ‘No Limite’ revela o sabor do olho de cabra