in ,

Vídeo: motoqueiro é perseguido e atacado no meio da rua por um… porco!!!

Willian Rodrigues ficou ferido enquanto trabalhava como entregador de delivery; motorista filmou tudo

Fotos: Reprodução/YouTube

Uma situação inesperada e perigosa aconteceu na cidade de Franca, cidade de 350 mil habitantes localizada a 360 km de São Paulo, e viralizou nas redes sociais.

O entregador Willian de Souza Rodrigues, de 43 anos, foi atacado por um porco no meio da rua. É exatamente isso que você leu! Um motorista que passava pela região flagrou a cena, enquanto ria do desespero do homem.

Veja também:
Após 20 anos, motoboy agredido por Mauricio Mattar desiste de ação na Justiça

Willian foi derrubado de sua moto pelo suíno, que apareceu do nada após sair do meio do mato. As imagens mostram o entregador tentando, sem sucesso, fugir.

Ele acabou com as nádegas perfuradas pela mordida do animal. Foi socorrido pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e liberado depois de levar 14 pontos. 

Em entrevista, Willian falou sobre a situação e demonstrou chateação por ter virado motivo de chacota tanto pelas pessoas que presenciaram a situação quanto por internautas, que assistiram ao vídeo nas redes sociais.

“Foi uma situação que nunca imaginei passar. Estava voltando de uma entrega, quando o animal saiu de uma mata próxima e veio para cima de mim. Tentei correr, mas caí“.

“O que mais me chateia é que diversas pessoas estavam vendo o porco me atacar e não fizeram nada para me ajudar. Se fosse uma criança, tinha morrido”, disse o entregador Willian, em entrevista ao portal ‘Uol’.

Confira o momento exato em que o porco ataca o entregador:

Ataque de porco gerou prejuízos

A grande preocupação de Willian agora é com relação ao conserto de sua moto, que além de seu meio de transporte estava sendo útil como instrumento de trabalho. Ele é professor de dança e durante a pandemia da Covid-19 passou a trabalhar como entregador para cobrir suas despesas.

Veja também:
Confusão generalizada no Burger King toma enormes proporções e termina na polícia

“Eu estou há oito meses trabalhando como entregador justamente porque não posso exercer a minha atividade principal, professor de dança, devido à pandemia. Agora sem conseguir sair para trabalhar as coisas ficam difíceis, tenho um filho de ano que depende de mim”, disse Willian, que também devido ao corte profundo que o porco causou em seu corpo, está impossibilitado de trabalhar por um tempo.

Em entrevista ao ‘Balanço Geral’, na Record TV, Willian desabafou.

É um fato até triste, né? Porque eu tava vendo sobre esses animais, se pega numa artéria, no pescoço, ou numa virilha, pode cortar porque a profundidade do furo aqui foi sete centímetrosE as pessoas tavam rindo, né? Zombando. Ninguém desceu pra me ajudar, naquele momento, não”, contou

Veja entrevista do entregador que foi atacado por um porco em Franca:

Entregador que sofreu chacota de miss ganha moto em programa de TV

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

põe fogo

Homem sai para passear com cachorro e põe fogo em 6 veículos no caminho