in ,

Bebê que nasceu sem rosto surpreende medicina e completa um mês de vida

Caso do bebê Rodrigo gerou grande escândalo em Portugal e médico foi acusado de negligência

Um escândalo tem tomado conta do noticiário em Portugal desde o último dia 7 de outubro. Na cidade de Setúbal, um bebê chamado Rodrigo nasceu sem olhos, nariz e parte do crânio.

O obstetra que acompanhou a gestação foi suspenso acusado de negligência e outras polêmicas acabaram vindo à tona.

A criança, que recebeu a previsão médica de apenas poucas horas de vida, surpreendeu os prognósticos e está prestes a completar seu primeiro mês de vida. A família divulgou que Rodrigo está conseguindo respirar e até mesmo aprendeu a mamar sozinho.

Exames recentes indicam que ele também nasceu surdo e uma deficiência no céu da boca dificulta sua alimentação. Os pais de Rodrigo deram notícias sobre o estado de saúde da criança em um jornal português.

Veja também:
Criança de 4 anos quase perde a visão por mexer demais no celular

O escândalo

O episódio passou a ser investigado pelo Ministério Público português após uma denúncia apresentada pela mãe de Rodrigo. De acordo com o relato da família, eles foram atendidos durante toda a gravidez pelo obstetra Artur Carvalho em uma clínica particular onde foram realizadas três ultrassonografias.

Acontece que o especialista não percebeu a má-formação no feto em nenhum dos exames. A comunidade médica garante que esse tipo de problema é detectável a partir do primeiro trimestre de gestação.

A situação ficou mais estranha quando os pais realizaram uma ultrassonografia mais detalhada em uma clínica diferente, na qual foram alertados que não estava tudo bem.

A família argumenta que levou esse diagnóstico ao obstetra anterior, que desmereceu a análise e garantiu que não havia nenhum problema. A realidade acabou se mostrando completamente diferente após o nascimento de Rodrigo.

O Conselho Médico de Portugal anunciou a suspensão de Artur por seis meses, sob a acusação de negligência. Após repercussão do escândalo, descobriu-se que o profissional acumulava inúmeras outras queixas e processos disciplinares parecidos.

A imprensa lusitana chegou a divulgar que o médico tinha o apelido de ‘Doutor Cinco Minutos’, pois realizava seus exames pré-natais dentro deste curto período de tempo.

Veja também:
Mãe vê 'bebê fantasma' com filho em berço e foto viraliza, mas não era bem isso

Comente com o Facebook
lutadora de mma

Humorista diz que nenhuma mulher o derrotaria, mas perde para lutadora de MMA