in ,

Giovanna Ewbank admite que bateu em mulher racista que atacou seus filhos

Filhos da atriz com Bruno Gagliasso sofreram ataques racistas em restaurante; ela reagiu e vídeo caiu na web

Foto: Reprodução/GloboPlay

Giovanna Ewbank, Bruno Gagliasso e seus filhos passaram por uma situação terrível na tarde do último sábado (30) em um restaurante na Costa da Caparica, em Portugal.

  • Dia dos Pais 2022: presenteie aquele que te inspira! Confira esse guia de presentes para encontrar o presente ideal e o melhor: com ofertas que chegam a 52% de desconto! Clique aqui para conferir.

Títi, de 9 anos e Bless, de 7, sofreram ataques racistas vindos de uma mulher branca que os chamou de “pretos imundos” e os mandou voltar para a África e para o Brasil, pois Portugal não era lugar para eles.

Veja também:
Tema do aniversário das gêmeas de Giovanna Antonelli divide opiniões na web

Além dos filhos dos atores brasileiros, uma família de turistas angolanos também foi vítima dos ataques. Diante do ocorrido, Giovanna Ewbank reagiu e enfrentou a criminosa com xingamentos e até um tapa.

Um vídeo do momento em que Giovanna Ewbank reage aos ataques acabou viralizando nas redes sociais, assim como a imagem da mulher sendo levada do restaurante pela polícia.

Giovanna Ewbank fala sobre o caso

Neste domingo (31), o ‘Fantástico’ exibiu uma matéria de mais de 13 minutos de duração sobre o caso. Na ocasião, Maju Coutinho entrevistou Giovanna e Bruno Gagliasso.

Os atores adotaram Títi em 2016 após uma viagem para o Malawi, na África. Já Bless foi adotado no mesmo local, em 2019. Bruno e Giovanna também são pais de Zyan, de 2 anos.

O casal contou que estavam no restaurante na praia que costumam ir, por justamente sempre encontrarem outras pessoas pretas lá“Para os nossos filhos, a gente acha muito importante estarem em ambientes com pessoas pretas”, diz Giovanna.

Bruno continua contando como tudo aconteceu naquela tarde: “E eles estão na praia brincando e, de repente, uma das crianças subiu e falou para gente o que tinha acontecido. E aí a gente ficou chateado, bem chateado. E começou… E vocês viram aquelas imagens”, diz Bruno Gagliasso.

Giovanna Ewbank acrescenta: “Acho que ela nunca esperava que uma mulher branca fosse combatê-la como eu fui, daquela maneira”. 

“Eu sei que eu, como mulher branca, indo lá confrontá-la, a minha fala vai ser validada. Eu não vou sair com a louca, a raivosa, como acontece com tantas outras mães pretas, que são leoas todos os dias, assim como eu fui nesse episódio”, afirmou.

Veja fotos da família de Giovanna e Bruno:

Giovanna Ewbank - Bruno Gagliasso - Família
Fotos: Reprodução/Instagram

“O que será que teria acontecido se for se fôssemos pretos, eu minha mulher?”, questionou Bruno. Teria essa atenção toda se fôssemos pais pretos de crianças pretas?”, perguntou Giovanna.

Maju questiona o casal se realmente houve um confronto físico e Giovanna agrediu a mulher racista. A atriz confirmou que houve sim e foi defendida pelo marido:

“Na verdade, ela não agrediu, a minha mulher reagiu. Não confunda, não confunda a reação do oprimido com a ação do opressor”, declarou Bruno Gagliasso.

Sobre o futuro e possíveis novos ataques contra seus filhos, Giovanna Ewbank diz: “A gente sabe que vai acontecer muitas outras vezes e acho que agora não tem como proteger tanto os nossos filhos do que eles vão ver, ouvir. Eles estão crescendo, não é?”. 

A atriz continuou afirmando que vai continuar fortalecendo Títi e Bless para o que eles, infelizmente, ainda vão enfrentar na vida.

“Então, é continuar fortalecendo os nossos filhos, mostrando o quanto eles são maravilhosos, o quanto eles são fortes e quanto eles têm direito de combater o racismo e quanto eles precisam estar atentos porque eles precisam estar atentos o tempo todo”, disse ela, que ainda citou o quão cruel é seus filhos, ainda crianças, terem que lidar com situações como essas.

É muito cruel pensar que eles têm que ser fortes já com sete e nove anos, que precisam ser preparados para combater o racismo. São apenas duas crianças, deveriam estar vivendo sem se preocupar com nada, mas já são colocadas nessa situação”, afirmou Giovanna Ewbank.

Bruno Gagliasso falou também sobre seus filhos terem que combater o racismo diariamente.

“Eles estão cercados de pessoas que estão preparadas e querem combater o racismo. E eu tenho certeza de que o caminho deles vai ser esse, não tenho outro”, afirmou o ator.

A mulher que realizou os ataques racistas foi levada pela polícia para uma delegacia da Guarda Nacional Republicana, localizada próximo à praia onde eles estavam. Lá ela foi identificada, prestou depoimento e depois foi liberada.

Agora Bruno e Giovanna têm até 6 meses para registrar uma queixa formal sobre a violência racial sofrida por seus filhos em Portugal. A mulher pode ser condenada e receber uma pena de seis meses a cinco anos de prisão.

Confira o momento em que Giovanna Ewbank enfrenta a mulher racista:

Assista à matéria completa do ‘Fantástico’ sobre o episódio:

Telespectadores se comovem com postura de Maju Coutinho

A postura de Maju Coutinho durante a entrevista comoveu os internautas que acompanhavam a matéria do ‘Fantástico’ neste domingo (31). No final, a jornalista não conseguiu mais segurar as lágrimas.

“Mesmo se contendo ao máximo, a Maju Coutinho acabou chorando com o relato da Giovanna Ewbank! Ela sabe, pois sentiu e sente na pele, o que a Títi e o Bless vão enfrentar! Dói! Que sociedade horrível estamos nos tornando!”, disse um telespectador.

“Mano, a Maju chorando entrevistando Bruno e a Giovanna é de acabar com o coração que já tá despedaçado com essa situação”, afirmou outra pessoa ao assistir. “Maju emocionada escancara que é uma mulher preta que já sofreu muito, amamos você Maju”, disse outro internauta.

Teve também quem elogiasse a produção da Globo na elaboração da matéria sobre um tema tão importante.

“Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank deram um depoimento incrível. Não foi apenas uma reportagem, mas um serviço. Botaram até especialistas descrevendo tudo. Jornalismo de altíssimo nível com a Maju”, disse um telespectador.

Após toda a repercussão do caso, Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso publicaram um texto no Instagram em que agradecem todo o apoio que receberam e dizem que já estão tomando todas as medidas judiciais necessárias neste caso.

Veja a publicação feita por Giovanna e Bruno em seus perfis:

  • Dia dos Pais 2022: presenteie aquele que te inspira! Confira esse guia de presentes para encontrar o presente ideal e o melhor: com ofertas que chegam a 52% de desconto! Clique aqui para conferir.

Loja diz que demitiu envolvido em polêmica de racismo – mas ele é filho da dona

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

concurso público

Embasa: concurso público abre edital com 930 vagas de emprego

Ana Maria Braga - macaco

Ana Maria Braga demite editora que exibiu macaco em matéria sobre racismo