in ,

Luisa Mell volta a ser acusada de intolerância religiosa em post sobre cadela ferida

Ativista foi desmentida ao dizer que o animal foi vítima de ritual; veterinária afirma que ela foi atropelada

O nome da apresentadora Luisa Mell, famosa ativista pela causa animal, voltou a ser um dos mais comentados das redes sociais nesta sexta-feira (25). Pela segunda vez em 2019, ela está sendo acusada de intolerância religiosa após fazer uma declaração polêmica em sua conta do Instagram.

Tudo começou quando Luisa Mell publicou a foto de um cachorro que passou por cirurgia após ter perdido suas duas patas traseiras. No texto, a ativista escreveu que o animal havia sido vítima de um ritual religioso e que ainda seria sacrificada, caso não fosse resgatada a tempo.

“Não tenho palavras, só choro. Em nome de uma religião, de uma crença, em um ritual, esse filhotinho teve as duas patinhas de trás e as orelhas cortadas, lentamente. Conseguimos fazer seu resgate antes de seu ‘sacrifício final’ e ele está conosco agora”, escreveu ela.

Veja também:
Dono de restaurante fala sobre memes após polêmico programa de Jacquin

“Não entendo por que ele tem que pagar com seu corpo, com seu sofrimento, a crença alheia. O que ele fez a esse deus para que lhe causassem tanto sofrimento, tanta dor? Nunca, nunca vou entender. Nunca irei concordar. Minha religião sempre foi e sempre será meus atos. Ele está medicado, vai passar por cirurgia e precisaremos criar próteses para ele”, completou.

Confira a publicação original:

View this post on Instagram

Não tenho palavras, só choro. Em nome de uma religião, de uma crença, em um ritual, esse filhotinho teve as duas patinhas de trás e as orelhas cortadas, lentamente. Conseguimos fazer seu resgate antes de seu “sacrifício final” e ele está conosco agora. Não entendo por que ele tem que pagar com seu corpo, com seu sofrimento, a crença alheia. O que ele fez a esse deus para que lhe causassem tanto sofrimento, tanta dor? Nunca, nunca vou entender. Nunca irei concordar. Minha religião sempre foi e sempre será meus atos. Ele está medicado, vai passar por cirurgia e precisaremos criar próteses para ele.

A post shared by Luisa mell (@luisamell) on

O que Luisa jamais esperava é que ela seria desmentida em público por uma mulher que deixou um comentário nas redes sociais. Ela se identificou como a veterinária que atendeu o animal, afirmou que era uma cadela, fêmea, e acusou a apresentadora de ser sensacionalista por, supostamente, inventar uma história.

A mulher que se identificou como veterinária disse que a cadela, na verdade, foi vítima de um atropelamento e que não foi resgatada pela ativista. A pessoa que estava cuidando da filhote, sem recursos, teria apenas pedido ajuda para a famosa.

Veja o comentário original:

luisa mell comentário

Rapidamente, o assunto viralizou na web e Luisa Mell causou muita indignação em boa parte dos internautas. Ela passou a ser acusada não só de disseminar notícias falsas, como, também, de intolerância religiosa e racismo, por culpar um suposto ritual religioso pelos ferimentos do animal.

Entre outras acusações, ela foi considerada de usar da desonestidade e de mentiras para causar comoção para sua causa.

Veja algumas reações de usuários do Twitter:

Mais tarde, Luisa Mell utilizou a função Stories de sua conta do Instagram para tentar se defender das acusações. Ela publicou um suposto e-mail que teria recebido, onde informava que o animal havia sido vítima de maus-tratos e que era usado na prática de sacrifícios.

Em abril deste ano, a ativista acabou se envolvendo em uma grande polêmica ao tentar criticar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de que passa a ser constitucional a lei que permite o sacrifício ritual de animais em cultos de religião de matriz africana. Na época, ela foi acusada de preconceito, racismo e de intolerância religiosa.

Relembre:

Luisa Mell é acusada de racismo ao criticar decisão do STF sobre sacrifício de animais

Comente com o Facebook
bbb 20 íris stefanelli e boca rosa (je)

BBB 20 deve ser com famosos e Íris Stefanelli e Boca Rosa são cotadas, diz jornalista

bebê fantasma

Mãe vê ‘bebê fantasma’ com filho em berço e foto viraliza, mas não era bem isso