in

Menina de 8 anos toma choque elétrico e morre após tocar em decoração de Natal

O acidente aconteceu na praça central da cidade de Caldas Novas, Goiás

Foto: reprodução / Arquivo Pessoal / TV Anhanguera

Uma tragédia horrível aconteceu na noite desta sexta-feira (27) em Caldas Novas, Goiás. Um casal decidiu levar os três filhos para ver a decoração de natal da praça Praça Mestre Orlando, no centro da cidade.

Estava tudo bem até uma das crianças tocar na estrutura de metal montada que tinha anjos iluminados formando um túnel. Júlia Franco, de apenas 8 anos, sofreu uma descarga elétrica forte. Ela chegou a ser socorrida pelo SAMU e levada ao hospital, mas uma parada cardíaca a levou à morte.

“O que era para ser um passeio em família se tornou uma tragédia”, afirma, aos prantos, Rejany Honória de Almeida, mãe da menina, em entrevista ao G1. Segundo ela, Júlia estava toda feliz com o passeio. Pouco antes do incidente, ela tirou uma foto da menina em frente à decoração de natal da praça. Veja:

Foto: reprodução / Arquivo Pessoal
Foto: reprodução / Arquivo Pessoal

As crianças estavam brincando perto da estrutura metálica que é como um túnel de luzes. A menina tocou naquele ferro e sua mão ficou grudada ali. “Meu esposo pegou ela no colo e chamou o Samu. Nós a levamos ao hospital, mas ela deu uma parada cardíaca. Deus a levou”, desabafa a mãe.

O caso está sendo investigado pela polícia. De acordo com Rodrigo Pereira, delegado responsável, a investigação tem o intuito de “esclarecer toda a dinâmica dos fatos e individualizar a responsabilidade dos envolvidos na morte da vítima”.

Um eletricista da prefeitura foi à praça após episódio e constatou que “toda ferragem onde estavam instalados os anjos, [que fazem parte da decoração] em um percurso de aproximadamente 60 metros, estava energizada”.

Veja também:
Glee: morte de Naya Rivera reacende crença sobre maldição da série; entenda

Confira foto da estrutura na qual Júlia tocou e recebeu a descarga elétrica:

Foto: reprodução / TV Anhanguera
Foto: reprodução / TV Anhanguera
Foto: reprodução / TV Anhanguera
Foto: reprodução / TV Anhanguera

A Prefeitura de Caldas Novas se solidarizou com a família de Júlia e afirmou, em nota, que “se coloca à disposição para ajudar no que for preciso”.

A mãe de Júlia quer justiça e que algo seja feito para evitar outra tragédia. “Peço que as autoridades olhem aquelas estruturas, porque ela estava ligada e passando energia. Quero alertar para que não aconteça com outras famílias”, disse Rejany.

O prefeito de Caldas Novas, Evandro Magal (PP) também lamentou a morte, mas defendeu o trabalho da equipe que monta a decoração de natal da cidade.

“O Samu foi rápido, agiu rápido, tentou salvar essa vida, mas infelizmente, a garotinha não resistiu. A equipe que trabalha nessa decoração natalina, já faz isso há muitos anos e nunca tivemos um incidente sequer naquele local. Servidores concursados, inclusive, com diploma de eletricista. Não é nada improvisado. Se houve algo que fugiu do controle, isso vai aparecer durante as investigações”, afirma.

Fotos obtidas pela polícia mostram cabos de energia descascados que estavam sendo usados na montagem. Após o ocorrido, foi necessário desligar a fonte de distribuição de toda a decoração para “evitar outro acidente”.

A Secretaria de Turismo informou que toda a iluminação vai ficar desligada até que uma equipe de profissionais faça uma vistoria em toda a parte elétrica para garantir a segurança dos frequentadores da praça.

Segundo a mãe, Júlia gostava de cantar na igreja e sonhava em ser veterinária. Ela foi enterrada no sábado (28) em Caldas Novas.

Veja também:
5 polêmicas de Geraldo Luís que a Record quer que você esqueça

Leia a nota emitida pela Prefeitura de Caldas Novas sobre o caso:

A Prefeitura de Caldas Novas, através da Secretaria de Turismo, vem a público manifestar seu profundo pesar pela fatalidade ocorrida na última sexta-feira (27), na Praça Mestre Orlando. Uma criança, moradora do município, veio a óbito após encostar em um poste de energia, que faz parte da decoração natalina, deste ano. Apresentamos aqui as condolências aos familiares da criança.

Salientamos que a equipe de montagem do local são profissionais capacitados, que realizam esse trabalho há 10 anos.

De todo modo, as investigações já começaram a ser feitas pela Polícia Civil e a Polícia Técnico Científica, com todo suporte da Prefeitura Municipal, que se coloca a disposição para ajudar no que for preciso. Aguardamos o resultado das investigações.

O momento agora é de solidariedade aos familiares, a essa dor que estão vivendo. Nossos sentimentos a todos. Destacamos que o objetivo da decoração natalina é embelezar a cidade e promover mais um cartão postal para moradores e turistas. Entretanto, lamentamos a tragédia ocorrida.

Árvore de Natal da cidade de Rio Claro vira motivo de piada na internet

Comente com o Facebook
Ivy Moraes-traição marido

Ivy Moraes quebra o silêncio sobre traição do noivo poucos dias antes do casamento

cametá

Um dia após Criciúma, quadrilha faz assalto nos mesmos moldes em banco no Pará