in ,

Ela pulou de um prédio para fugir de um estupro e está reaprendendo a andar

3 meses após sofrer grave lesão medular, Juliane Lacerda conseguiu dar os primeiros passos

Fotos: Reprodução

A cabeleireira de 36 anos, Juliane Lacerda – que pulou do 1º andar de um prédio em Goiânia (GO) para fugir de um estuprovoltou a andar sozinha!

Ela sofreu uma grave lesão medular no momento em que caiu no chão, quebrou uma vértebra lombar e os dois calcanhares. Segundo os médicos, ela corria sérios riscos de ficar paraplégica

Veja também:
Armie Hammer menciona canibalismo e estupro em supostas conversas

Juliane passou por duas cirurgias, uma na coluna e outra no calcanhar, e recebeu alta do hospital no dia 11 de fevereiro. Aproximadamente 3 meses depois da situação trágica, com a realização de muitas sessões de fisioterapia, ela conseguiu dar os primeiros passos. 

“Eu fiquei sem acreditar”, disse ela, quando percebeu que estava conseguindo retomar o movimento das pernas, durante uma sessão de fisioterapia no Centro Estadual de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (Crer).

Com o auxílio de um andador, Juliane treina em casa e nas sessões que continua fazendo para reaprender a ter equilíbrio e ganhar força das pernas. “O foco agora é esse”, afirmou ela.

“Primeiro eu engatinhei, depois consegui ficar de pé. É como se eu nunca tivesse andado antes. É reaprender tudo do zero. Agora, eu preciso ganhar força e equilíbrio”.

É bem difícil, ainda. O andador é pesado, mas pelo menos estou saindo da cadeira de rodas, porque desde que saí do hospital eu só estava na cadeira de rodas”, relata.

E diz mais:Sempre tive fé, mas achei que fosse conseguir só depois de oito meses a um ano. Não achei que fosse ser tão rápido”, comemora.

Confira o momento em que ela deu os primeiros passos após o grave acidente:

Veja também:
Silvia Abravanel quebra o silêncio sobre acidente que a deixou 5 meses sem andar

Juliane pulou de um prédio para se salvar

Na manhã do dia 29 de janeiro, Juliane estava no salão de beleza quando ela e a manicure foram surpreendidas por um assaltante armado com uma faca. Ele entrou e logo fechou a porta, para impedir que elas fugissem.

Além de roubar todo o dinheiro do caixa e os celulares das duas mulheres, o homem de 22 anos ordenou que elas se despissem e que subissem para o andar superior, deixando claro que iria estuprá-las.

“O momento que eu mais tenho nojo e não gosto de lembrar é quando ele tira a roupa dela (da manicure) e a dele também”, relembra Juliane, em entrevista à imprensa na época do caso.

Ela conta que subiu – desesperada – para o primeiro andarcom a certeza de que iria pular. E assim ela fez.

Juliane caiu no chão da calçada e começou a gritar. Câmeras de segurança registraram a queda e é possível ver que ela não conseguia ficar de pé. 

O criminoso, Felipe Lopes Maia, de 22 anos, saiu correndo, temendo ser pego pela polícia. Depois de mais de duas semanas foragido, foi preso em Goiânia, no dia 17 de fevereiro.

Anitta fala pela primeira vez sobre estupro que sofreu aos 14 anos

Comente com o Facebook
lacombe

Luís Ernesto Lacombe reage a assalto e rende dois bandidos até a polícia chegar

máscara falsa

Com máscara falsa, internauta faz pegadinha de mau gosto e gera confusão